Publicidade
Qui 12 Jan 2017

Marcio Moraes: Você conhece uma pessoa com uma carreira de sucesso? Eu conheço vários!


Márcio Moraes (fotos: divulgação/arquivo pessoal)

Recentemente recebi um pedido para falar sobre um exemplo de uma carreira de sucesso, fiquei até a noite, antes de dormir, pensando qual exemplo sugerir. Conheço tantos profissionais, será que há pessoas que servem de referenciais, de modelos?

Quem sabe aquele que viajou pela Europa ou aquele que preferiu a América do Norte e ambos trabalharam em grandes e fantásticos hotéis.  Mas, há também aquele que nunca teve uma vivência internacional e hoje é gerente geral de um grande resort, com alto reconhecimento na empresa. Os dois fazem sucesso! 

E se for o salário? Então o profissional que recebe mais pode ser considerado um sucesso? Não tenho em mente uma cifra que determine um valor para o sucesso, mesmo porque, nenhum profissional coloca limites de máximo de ganho numa proposta de trabalho.  Tenho dois exemplos bem interessantes, um deles, altamente competente, investiu pesado na formação acadêmica, MBA somente em instituições de ensino de renome internacional e conseguiu colocar em prática o que aprendeu. O outro profissional com uma  pós graduação incompleta, tem uma vasta experiência, altamente criativo, trabalhou em empresas de alta complexidade, aprendeu na prática como dominar a gestão hoteleira. Ambos ganham bem acima da média praticada pelo mercado. 

Então pode ser a região, lembrei logo das vitrines, São Paulo e Rio de Janeiro,  onde os hotéis sempre estão  na mídia e podem constantemente proporcionar um depoimento numa matéria fantástica e assim compartilhar com os amigos esse sucesso no facebook e linkedin. Mas, há outro também que gerencia um grande empreendimento no interior que devido a sua entrevista numa TV regional participou de uma matéria em Jornal de repercussão nacional. Eles fazem sucesso!

Que dilema! Falar de sucesso não é tão fácil assim. Quantas pessoas eu conheço que são exemplos de sucesso? Muitas!  Quem sabe aquele profissional que há cada 2 anos estava numa cidade diferente, foi do Sul ao Norte, do Leste ao Oeste, com uma passagem muito interessante pelo  Centro-Oeste. Teve acesso a inúmeras culturas, formas de gestão, nada mais o surpreende. Logo me lembrei de outro profissional que nunca saiu do estado e também faz um grande sucesso. E há um terceiro exemplo, do profissional que saiu de sua cidade de origem, trabalhou em diversas regiões e conquistou o sucesso quando aceitou o emprego há quatro quadras da casa em que nasceu. 

Então vamos balizar pelo idioma. Conheço um excelente, quatro idiomas fluentes, sem contar com o português que é a língua materna. Sim  esse!  Idiomas fluentes são importantíssimos, qual recrutador não valoriza?  Mas, tem aquele também do inglês intermediário, que nunca precisou usar no ambiente de trabalho e mantém a proficiência para poder viajar nas férias por vários países onde o inglês de conversação ajuda e muito. Ambos fazem sucesso!

Quem sabe o comunicativo, extrovertido, que facilmente consegue colocar um bom assunto numa roda de colegas de trabalho, que “brota do chão” de tanto que passeia pelo hotel quando gerente geral.  Esse conseguiu a diretoria de uma grande empresa. Mas, tem aquele outro, também educado, que se diferencia porque é introvertido, aprecia uma sala fechada, gráficos e planilhas, calado numa reunião, mas sabe o momento de falar e quando abre a boca explana conhecimentos fantásticos. Também é um grande líder e de grandes atitudes, porém de poucas palavras. É diretor numa empresa de grande reconhecimento

O cargo pode significar o sucesso?  Logo me lembro do gerente corporativo com largo sorriso, maestria em engajar  equipes e conquistar resultados para empresa.  Mas, também tem o chefe de cozinha, o qual tive o prazer de conhecer, que faz a mesma coisa, salvo as proporções, consegue elevar a imagem do empreendimento além das paredes do hotel. Na cidade e na região a mídia não sabe o nome do gerente geral, mas o dele, até o sobrenome. 

Pelo tempo de experiência?  De supetão lembro-me de um garoto com 23 anos que já gerenciava um hotel, uma mente iluminada, terminou a graduação e fez pós, aplicou todo o conhecimento e a empresa viu naquele jovem gerente de departamento um perfil ideal para assumir um empreendimento na rede.   Conheço também um profissional com 50 anos também é gerente geral.  Ambos conquistaram mercados, abriram as portas para outros talentos, tem conhecimento de gestão de custos e receitas. O atual empreendimento de cada um,  bate todas as metas. Fazem um grande sucesso na rede em que trabalham,  há reconhecimento. Para saírem de lá terão que receber uma proposta muito boa, o passe é alto. 

O estado civil,  ajuda?  Reconheço de imediato um  profissional solteiro que estava sempre de “malas prontas” aproveitando toda a sua  flexibilidade, para esse apareceu uma transferência na empresa, disponibilidade total geográfica, acompanhado de competência para o desafio, lá está ele fazendo sucesso.

Também encontrei profissionais casados que sabiam se posicionar no mercado de trabalho, quando se dedicar a carreira de um e quando priorizar a do outro. Há um casal em que a esposa estava em ascensão e o companheiro a seguia, mudava de estado ou país conforme as transferências que a ela recebia. Pergunte a ele, se teve algum problema? Se ele se sentiu inferiorizado por isso? Que nada, os dois fazem sucesso em cada empreendimento que trabalham. Tem ainda outro casal que viveram distantes,  se vendo há cada 15 dias nos momentos em que as carreiras não tinham compatibilidade geográfica,  até o dia que trabalharam em  empresas diferentes, porém na mesma região, agora são dias e noites juntos, é o paraíso. Só sorrisos! 

 

Ah, o sucesso! Como é difícil encontrar uma fórmula. Tive contato com um casal de hoteleiros, casados há muito tempo, gerente geral e governanta em empreendimentos distintos, se conheceram na hotelaria. A governanta não tem intenção de ser gerente de hospedagem, muito menos gerente geral, gosta do que faz, tem um salário que ela considera muito bom. E lhe permitiu bancar o orçamento familiar, juntamente com a economia que fizeram ao longo dos anos,  quando o marido precisou parar por um tempo para realizar um curso importantíssimo para a pós carreira. Durante todo o tempo juntos, tiveram crises, se perdoaram, planejaram, se iludiram, erraram, acertaram, riram e choraram, estão juntos porque um confia no outro e tem o prazer de conversar e contar as novidades. Fazem um grande sucesso!

Quantas vezes saímos desenfreados em busca do sucesso, quando ele está ali tão pertinho, dentro de nós. Não se preocupem, não terminarei esse texto dizendo que o sucesso é a felicidade.  Porque isso é o básico, sem esse objetivo nem começamos a caminhada. 

O sucesso é o traço onde você escreve seus objetivos, com ambições de acordo com o esforço que pretendes empreender, superando os obstáculos sem que isso signifique sacrificar o seu caráter, dignidade e honestidade. Quando conquistar esse tal sucesso,  tenha a humildade de compartilha-lo com os demais que fizeram parte da sua vida pessoal e profissional. E considere que atrás de você há varias pessoas buscando também o sucesso, lembre-as  que esse foi o caminho que você escolheu e poderá não surtir o mesmo efeito com outras pessoas.

No decorrer da vida profissional haverá vários sucessos, porque a cada dia que você acordar um mundo novo lhe espera para experimentar novas formas de fazer sucesso.

Chegando lá, agradeça a cada um que estendeu a mão, que serviu de escada, de plataforma, de teto, porque fazemos sucesso em equipe e nunca sozinho. O sucesso não é singular, ele é plural.

---

Márcio Moraes é gerente de Carreira na QI Profissional, especializada no mercado de hospitalidade. Professor Universitário. Formado em Hotelaria,  especialista em Qualidade e Produtividade, Planejamento e Marketing, formação avançada em DISC (ferramenta de análise de competências comportamentais).

Contato
marcio.moraes@qiprofissional.com.br
linkedin.com/in/jobhunterhotel1
linkedin.com/company/qi-profissional
qiprofissional.com.br

Notícias Relacionadas

Comentários

Contato

Telefone : (11) 3253-9762

Celular/Claro : (11) 976-527-506

Celular/Claro : (11) 976-536-848

redacao@hoteliernews.com.br

Rede Sociais
Newsletter