Ronaldo Albertino assume a área de Desenvolvimento da Bourbon


Ronaldo Albertino, novo diretor de Desenvolvimento
da rede Bourbon de hotéis
(foto: divulgação)

Há quase 30 anos no setor hoteiro e adepto à filosofia de que "hospitalidade sem calor humano" cria um relacionamento "profissional, frio e indiferente", o executivo Ronaldo Albertino assumiu, nesta semana, a diretoria de Desenvolvimento da rede Bourbon.

"Há anos conheço a família Vezozzo [proprietária da rede]. Temos um relacionamento fraterno e admiro a filosofia do grupo, sobretudo dos líderes - Dr. Alceu Vezozzo e  Alceu Ântimo Vezozzo Filho, que demonstram efetivamente ter o sangue hoteleiro nas veias. E isso é realmente admirável", vangloria-se.

Percurso
Com bagagem no setor - tendo trabalhado com Hilton, Best Western, Meridien, Holiday Inn, Sol Meliá, Caesar Park e, recentemente, na direção geral da Hotelaria Brasil -, Albertino acredita no crescimento da hotelaria, mas é cauteloso, apontado que ter critério é de suma importância para que se caminhe sem trepidar.

"Fazer a qualquer custo pode ter consequências muito graves. Lembremos da era negra dos flats entre 1998 e 2005, em São Paulo, por exemplo. A nossa memória é curta e precisamos tomar cuidado com isso", alerta. "Por outro lado, temos a obrigação de fazer produtos mais modernos e bem planejados, não basta ter somente localização privilegiada, como muitos dizem. Tem que ter produto, gestão e marca. Esse é o desafio para os próximos anos, mas não o maior, que é a mão de obra, como em todos os setores da economia", complementa.

Mesmo sem formação acadêmica, o executivo já ministrou aulas até mesmo em cursos de pós-graduação - por conta de sua expertise hoteleira. "É uma área muito dinâmica e com pouca rotina. Iniciei o curso de Direito, mas tive que parar devido à agenda atribulada e às faltas constantes. Naquela ocasião, já era responsável pela América do Sul e vivia em aviões", recorda.

Idades afins
Com 48 anos recém completados - idade que o grupo Bourbon chega também este ano, no mês de outubro -, Albertino afirma que esta nova fase atesta a postura de planejamento e a busca de crescimento dos hotéis Bourbon.

"O nosso grupo é pautado pela seriedade com que trata o negócio hoteleiro, base nestes quase 48 anos, e segue um desenvolvimento planejado para, no mínimo, mais 50 anos", garante. "O nosso foco em manutenção de ativos, reconhecido pelo mercado,  a competente estrutura de recursos humanos, a equipe operacional forte e experiente, as vendas e marketing pujantes, profissionais comprometidos e marca com forte presença no mercado, os modernos controles financeiros e de gestão corporativa, tornam a nossa empresa vibrante e preparada para superar grandes desafios a vencer", acrescenta.

Ele afirma que a história do Bourbon, assim como a sua, é sinônimo de aprendizado. "O planejamento de crescimento do grupo no Brasil e na América Latina, a excelente relação com a família Vezozzo, o momento econômico brasileiro, a oportunidade de trabalhar com grandes profissionais e, finalmente, atuar na área de desenvolvimento novamente, foram os fatores que fizeram com que eu ingressasse neste novo desafio profissional".
(Dênis Matos)

Comentários