Acordo para venda de metade da AccorInvest próximo da conclusão


Sébastien Bazin, CEO da AccorHotels

Cinco investidores estão em vias de adquirir a AccorInvest, braço de investimento imobiliário do grupo francês AccorHotels. A empresa anunciará o comprador antes da divulgação dos resultados do exercício de 2017, no final de fevereiro. A divulgação, contudo, ocorrerá sete meses após a data prevista por Sébastien Bazin, CEO da AccorHotels, para a efetivação da transação.

A venda faz parte da revisão do grupo hoteleiro para impulsionar a expansão da rede. Mais ainda, os recursos também seriam usados para o financiamento de reformas nos empreendimentos, bem como a aquisição de imóveis. A expectativa é de que todas essas ações redundem em aumento de receita no médio prazo. 

"Todo o processo tem levado mais tempo do que o esperado inicialmente porque é uma transação muito complexa”, explicou Vicki Stern, especialista no segmento de Lazer do banco inglês Barclays. “Você tem um punhado de investidores diferentes, com opiniões diferentes, tentando chegar a um consenso com os termos apresentados", completou, em entrevista ao jornal Financial Times.

AccorInvest: controle mantido

O grupo hoteleiro continuará a ser o maior acionista da AccorInvest, mas com participação abaixo de 50%. Os investidores preveem a compra de uma parcela menor do que a AccorHotels havia antecipado, de 50/60 por cento. Originalmente, a ideia do grupo francês era de vender 80% da companhia. O primeiro anúncio da venda da AccorInvest foi feito em maio do ano passado.

* Crédito da foto: AccorHotels

Comentários