Alagoas expande malha aérea e ganha voo direto para Córdoba

Alagoas ampliou a malha aérea com mais um voo da ArgentinaMaceió ganhou mais uma opção de voo direto internacional, dessa vez a partir de Córdoba

 

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Alagoas confirmou que o estado ampliou sua malha aérea para a Argentina. A partir de 7 de abril, a capital alagoana – Maceió – receberá um voo direto fretado a partir de Córdoba. A operação não tem previsão de término, informou a secretaria.

O voo será operado pela companhia aérea Andes, que usará um Boeing 737-800, com capacidade para 180 passageiros. A ligação foi viabilizada por meio de uma parceria entre as operadoras Gilt, Jazz e a Luck Receptivos, de Maceió. A novidade tem como objetivo fortalecer a malha aérea do estado durante a baixa temporada. Na alta temporada, Alagoas espera receber cerca de 600 mil turistas, informou recentemente a secretaria.

Atualmente, Alagoas recebe três voos semanais vindos diretos da Argentina, o principal mercado emissor internacional do estado. Rafael Brito, secretário estadual de Desenvolvimento Econômico e Turismo, diz que a nova conquista demonstra a boa aceitação do destino. “Este voo é uma oportunidade para movimentar o mercado mesmo durante a baixa temporada. O objetivo é manter boas taxas de ocupação hoteleira e movimentar toda a cadeia produtiva do turismo”, afirma.

Incentivo para expansão de malha aérea

O governo de Alagoas tem buscado fortalecer a malha aérea do estado a partir de diferentes iniciativas. Um bom exemplo é a redução do ICMS sobre o combustível das aeronaves (QAV) de 17% para 12%. Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, a ação rendeu mais de 500 voos extras na alta temporada 2017/2018.

“Atualmente, duas companhias aéreas contam com o benefício do governo estadual: Gol e Azul. Estamos trabalhando para que uma terceira receba este incentivo ainda nesses primeiros meses do ano”, informa Brito. “Mais turistas significa mais dinheiro circulando no estado, gerando mais emprego e renda para a população alagoana”, completa.

(*) Crédito da foto: Valdo Souza/Pixabay 

Comentários