Bourbon prevê ocupação de 90% nos seus resorts no Carnaval

Rede Bourbon - Boa ocupação para o CarnavalAa atrações temáticas são um dos motivos da boa procura para o período

Famílias com até dois filhos, vindas da chamada região primária – cidades próximas ao destino da viagem. Esse é o perfil básico do público responsável pela boa ocupação das unidades Bourbon para o Carnaval. Esse segmento de cliente vale, sobretudo, para os resorts da rede, que organizam programações especiais para o período. 

Tanto em Atibaia, como em Foz do Iguaçu, locais onde ficam as opções de lazer da rede, a maior parte dos apartamentos está ocupada. "Não é só o Carnaval. Outros feriados prolongados também causam essa movimentação", aponta Jeferson Munhoz, diretor Comercial da Bourbon. Segundo o executivo, a rotina de atrações montada para esses feriados prolongados é fator determinante para a alta procura.

O estilo do viajante que frequenta resorts no Brasil é outro ponto importante. Para ele, o cliente que opta por esse tipo de meio de hospedagem costuma se fidelizar facilmente. Além disso, normalmente escolhe datas festivas ao longo do ano – como o Carnaval – para viajar. Juntos, esses fatores garantem uma ocupação que, não raro, supera os 90% nos empreendimentos da rede.

"Preparamos oficinas, bloquinhos e atrações musicais para preencher o tempo dessas famílias", afirma Munhoz. No Bourbon Cataratas, por exemplo, a programação inclui diferentes opções, como baile de carnaval e apresentação de uma companhia de dança. Também serão realizadas matinê infantil com desfile de fantasias e oficina de abadás. 

Estratégia para garantir a boa ocupação

Para atrair o público, a equipe Comercial trabalhou em várias frentes. De acordo com Munhoz, boa parte das reservas é oriunda de contatos diretos com hóspedes, normalmente já fidelizados pelas unidades. Ainda assim, muitos chegam pelos canais tradicionais, como agências, operadoras e OTAs. "Temos vários caminhos para alcançar esse cliente", conta.

Na análise sobre a estratégia, o dirigente acrescenta que, inclusive, sobra demanda para hotéis corporativos que ficam localizados em cidades turísticas. O maior exemplo é Foz do Iguaçu. Na cidade paranaense há um resort e um hotel corporativo – aberto em dezembro – que, em virtude de sua localização, também é bastante procurado.

"Em Foz do Iguaçu o perfil de cliente é um pouco diferente", pondera. "É um hóspede que também reserva um tempo para sair pela cidade e conhecer os atrativos da região", completa. Essa versatilidade de opções cria espaço para receber público parecido com o que movimenta os resorts, avalia Munhoz.

* Foto de capa: divulgação/Bourbon Hotéis e Resorts

 

Comentários