Brasileiro gosta de estender viagens a trabalho para aproveitar o destino, diz estudo

Estudo mostra que brasileiros gostam de estender viagens a trabalhoSegundo o estudo, agências podem lucrar com esse comportamento

 

Estudo divulgado pela Amadeus mostrou que o brasileiro é, na América Latina, quem mais estende viagens corporativas para aproveitar por conta própria o destino quando o trabalho chega ao fim. O levantamento, que considerou viajantes de Brasil, Argentina, México e Colômbia, apontou também que o turista nacional é o que mais aproveita viagens a trabalho para visitar atrações turísticas.

O levantamento trouxe ainda outros dados relevantes: 97% dos viajantes brasileiros aproveitam a viagem a trabalho para fazer ao menos uma ação turística. O percentual cai para 87% entre colombiano, mexicanos (85%) e argentinos (79%).

Esse comportamento ganhou força com a flexibilização das empresas em relação à escala de trabalho dos funcionários. Neste contexto, as agências podem potencializar o faturamento ao atender ao viajante como pessoa física também.

Relatório valida comportamento em viagens a trabalho

"A pesquisa veio a confirmar algo que o mercado já vem identificando informalmente há algum tempo", revela Paulo Rezende, diretor Comercial da Amadeus no Brasil. "É do perfil do brasileiro aproveitar para curtir além das obrigações laborais. Isso se configura em oportunidade para agências e fornecedores", acrescenta. 

Para reforçar essa visão, o estudo mostra que 48% dos brasileiros buscam informações e reservas da parte turística das viagens corporativas com a própria agência que efetivou a compra para sua empresa. Na Argentina, esse número é de 50%.

Influência das redes sociais

Outro relatório recente da Amadeus mostrou a influência das redes sociais para tomada de decisão entre os viajantes nacionais. De acordo com o estudo, 48% dos brasileiros usam esses canais de comunicação para planejar suas viagens. 

(*) Crédito da foto: paulbr75/Pixabay 

Comentários