Publicidade
Qua 20 Set 2017

Conheça o surpreendente Malai Manso Resort no Mato Grosso, um gigante no coração do Brasil

O Malai Manso Resort é um dos empreendimentos mais completos do Brasil

Surpreendente. Essa é a palavra escolhida para descrever o Malai Manso Resort Iate Golf Convention & Spa, inaugurado há um ano no Município da Chapada dos Guimarães, no Mato Grosso. Tudo é surpreendente. Sua localização, na beira do Lago do Manso; a estrutura de hospedagem e de lazer; a gastronomia; o clima quente, o lugar.

A viagem para o Malai Manso começa no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. O destino é Cuiabá, a capital do Mato Grosso. Tempo de voo: duas horas. Do hub de chegada são 90 km até o Resort. A estrada (MT-251) é a mesma que vai até a Chapada mas, depois, de 33 km entramos à esquerda na MT-251. Seguimos encontrando uma paisagem de cerrado onde algumas formações se transformam em figuras. Logo estamos na entrada do Malai.

O empreendimento é gigantesco. O edifício onde ficam as habitações, Food Court e outras áreas é extenso, parece ter mais de 1 mil quartos. Mas depois, no site inspection, descobrimos que todos os apartamentos são suítes e de frente para o lago. Inteligente. No Malai não há quarto com vista ruim. 

Por Peter Kutuchian*

"O Malai Manso Resort é hoje um dos empreendimentos mais surpreendentes da América do Sul. É o único que une características de um resort de praia e de campo. Dentro do complexo da Chapada dos Guimarães e a beira do lago do Manso, o Malai oferece uma das paisagens mais deslumbrantes do Brasil. Nos orgulhamos também em ser o primeiro e único resort a oferecer aos seus hóspedes o sistema all inclusive na região centro-oeste do Brasil", comenta Ricardo Gouveia, diretor comercial do Malai. Concordo com ele.

Para o lazer e entretenimento há uma ampla variedade de equipamentos e serviços. Praia artificial, arvorismo, trilhas, paredão de escalada, arco e flecha, quadras de tênis e poliesportivas, academia completa com estúdio de Pilates, campo de golfe com nove buracos e drive range, pesca esportiva, tirolesa… O complexo aquático, o das piscinas, compreende 3 mil metros quadrados de espelho d’água. Mesmo com a ocupação alta, há espaço para todos.

A gastronomia é muito boa. Tem diversidade e os destaques vão para os pratos regionais, algo um pouco raro para o conceito all inclusive. Bebidas alcoólicas, sucos e refris incluídos. Há quantidade e qualidade.

Na hospedagem, tudo certo. Ficamos num bangalô de categoria Samoa, amplo e agradável. Tem até churrasqueira, sem contar a vista para o lago.

Finalmente, os eventos. O Malai pode receber até 600 participantes num espaço exclusivo e independente. Ao todo são cinco salões, distribuídos em quase 400 metros quadrados.

Boa leitura nos pormenores abaixo e quem sabe nos encontramos por lá. Sim, vou voltar. Pode ter certeza.

Experiência de hospedagem
Ao todo, o Malai Manso Resort Iate Golf Convention & Spa conta com 256 habitações. No edifício principal ficam 162 suítes, classificadas em Superiores (120), Luxo (32), Casa Boutique (25) e Especiais (4). A metragem delas varia entre 46 (Superior) e 280 metros quadrados (Presidencial).

Os 75 bangalôs estão concentrados em duas áreas distintas, 16 unidades ficam perto do Campo de Golfe e são propícias para esses esportistas. As demais ficam numa área em frente ao Lago do Manso com vistas privilegiadas.

São duas categorias de bangalôs: as 50 unidades Bora Bora podem acomodar até quatro pessoas, possuem 72 m² de área privativa, sala quarto, copa equipada e varanda com churrasqueira. Nossa hospedagem foi num dos bangalôs Samoa, que tem tudo que o Bora Bora possui, além de um quarto para duas pessoas e um outro banheiro. 

Sempre que possível, procuramos nos hospedar em unidades como essa pois a sensação de privacidade e redução de ruídos que geralmente são altos nos prédios principais de alguns empreendimentos geram certo desconforto.

O espaço de 97 metros quadrados do bangalô Samoa é surpreendente. Tem uma grande sala com uma mini cozinha (sem fogão), pia, mesa para refeições, TV e conjunto de sofá e poltronas. A suíte é ampla, bem como os armários e o banheiro. Conforto suficiente pra nos deixar com a sensação nababesca. 

Visitamos outras habitações e ficamos encantados pela Suíte Príncipe, que é muito ampla e apenas para casais. Ideal para lua-de-mel.

As Casas Boutique merecem um destaque especial. Além de estarem construídas numa área privativa - o acesso se dá por meio de uma bucólica ponte sobre o lago -, elas são puro charme e propiciam conforto para famílias ou grupo de amigos.

Com 146 metros quadrados, elas possuem três quartos, sala, mini cozinha e varanda com banheira de hidromassagem e churrasqueira. 

Dotadas de uma linda vista para o lago, as Casas Boutique ficam próximas ao Campo de Golfe, longe das áreas comuns e ideiais para quem busca privacidade e descanso.

Gastronomia
Há muito tempo que as mães diziam para suas filhas que era preciso pegar o homem pelo estômago. Esse conceito mudou e o inverso passou e está valendo há algum tempo. Depois que a igualdade entre o feminino e masculino está mais equilibrado, a mulher também se deixa conquistar por um bom cozinheiro. E as crianças sempre gostaram das delícias preparadas pelas vovós, certo?

Plugada nessa onda, a gastronomia no Malai agrada com certeza qualquer hóspede. Em nossa hospedagem, que durou dois dias, pudemos ver a operação em dois momentos distintos: com o hotel lotado e com um índice de ocupação mais baixo. Nas duas ocasiões, a gastronomia apresentada foi diversificada e de extrema qualidade, lembrando que o serviço do resort é all inclusive.

A oferta apresentada nos bufês do almoço e jantar nos dias de ocupação média continham uma boa variedade mas estavam restritos a três pontos de alimentação. Já com a casa cheia, o número mais do que dobrou, chegando a sete bufês, além das estações de churrasco, massas e opções orientais.


Confira o buffet do Malai 

Dentre a variedade o destaque para as opções regionais, agradando assim o paladar dos clientes da região, que puderam provar pratos típicos matogrossenses como o Cozido Goiano e o Vegetariano, Frango com Pequi e a Moqueca de Pintado. As sobremesas também encheram olhos e bocas com os bolos coloridos e muito bem feitos.

Como all inclusive, a alimentação servida no Malai não para. Depois do café da manhã (7h às 10h), onde a Tapiolete - sim, a tapioca com recheio de omelete, deliciosa! - e a banana da terra frita foram repetidas todos os dias, há um intervalo de 30 minutos antes do brunch, que vai até o meio-dia. Petiscos são servidos no Bar do Farol entre as 10h e 19h. O almoço vai das 12h30 às 15 horas; chá da tarde das 17h às 18h; happy hour, das 18h30 às 19h; jantar das 19h30 às 22h30; e ceia com sopas e cremes das 23h a meia noite. Ufa!

O Food Court, localizado no edifício principal atende as três principais refeições do dia. Ao seu lado, os bucólicos jardins internos Palmeiras e Hibisco, repletos de árvores servem de apoio para atendimento aos hóspedes na hora das refeições, e entre eles o KidsPicnic serve petiscos e lanches para os pequenos. Ao lado do amplo salão do restaurante, fica o Bar Caju, aberto até a meia-noite. 

Na área da piscina, o Bar do Farol é ponto de apoio para servir os petiscos e promover o happy hour. 

Há ainda a Vila Malai, com chopperia, pizzaria e sorveteria. Nós aprovamos as redondas!

Confira mais detalhes da gastronomia do Malai na galeria abaixo e haja apetite!

Eventos
Estrategicamente localizado sob o mesmo porte-cochère que abriga a entrada do lobby, só que do outro lado da alameda, o Centro de Convenções do Malai está resumido a cinco salões que podem ser unidos, oferecendo assim um ball room de quase 400 metros quadrados. 

Os cinco salões são atendidos pelo Grand Foyer, que contempla uma área de 274 metros quadrados em um formato invertido da letra “L”. Na maior perna ficam os espaços A, B e C, com cerca de cem metros quadrados cada um, e na perna menor as áreas D e E, com 50 m² cada uma.


Centro de Convenções do Malai Manso tem capacidade para atender até 600 pessoas 

O Centro de Convenções do Malai conta ainda com uma infraestrutura de amplos toaletes e uma cozinha de apoio.

Dentro do corpo do resort, existem também dois outros salões, Ipê e Pequi, com 61 e 47 metros quadrados, respectivamente. Quando visitamos o empreendimento, essas áreas estavam destinadas para a montagem de atrações para crianças e adolescentes como piscina de bolinhas, mesa de pebolim e ping-pong.

A capacidade total do Centro de Convenções do Malai é de 600 pessoas no formato coquetel ou 480 em auditório. Ah, não se preocupe com a alimentação. O Food Court do resort pode atender 850 comensais, incluindo aí a área dos jardins Palmeiras e Hibiscus.


Vista da maior área do foyer e um dos salões, que tem quase cem metros quadrados

Vila Malai
O Vila Malai, localizado no nível abaixo do complexo aquático, concentra de um lado lojas e do outros pontos de comes e bebes como chopperia, pizzaria, petiscos e sorveteria. 

A estrutura alimentícia contempla espaço para mais de 350 pessoas e rodeia uma praça com fontes d’água onde é possível sediar eventos como shows ou confraternizações sociais ou corporativas para até 1,5 mil pessoas.

A Vila Malai é um espaço multiuso, podendo atender os segmentos de Eventos ou Lazer

O local é ideal para o término de um grande evento, como foi o que vimos quando estivemos no resort. Após dois dias trancados nos salões do Centro de Convenções, os mais de 400 colaboradores de uma empresa matogrossense finalizaram os trabalhos na Vila Malai com um show de música.

Atividades de bem-estar
Para as atividades de bem-estar o Malai conta com quatro áreas distintas: a Academia de Ginástica e de Pilates, a piscina coberta e aquecida, e o Spa Malai by Shishindo. 

A Academia é bem ampla, iluminada e conta com aparelhos modernos e profissionais para manter o corpo bem condicionado. Quem corre nas esteiras olha uma das piscinas do complexo e há também um espaço para a prática de exercícios de alta performance. Numa área separada fica o estudio de Pilates, com todos os aparelhos para a prática dessa modalidade.

Saindo da Academia e caminhando para a outra ala, fica a piscina coberta e aquecida. E acima dela, com uma entrada independente fica o Spa Malay by Shishindo, operado pela empresa pioneira no Brasil em atividades spasianas. 

Com área para tratamento de beleza e salas de massagem, o local ganha destaque pela área de ofurôs e a terapia com duchas aplicadas sobre a pessoa numa maca de ladrilhos e com cromoterapia.

Confira os detalhes na galeria abaixo

Atrativos naturais e passeios
Além das excelentes estruturas de lazer, bem-estar, eventos e gastronomia do Malai, é possível também conhecer os atrativos naturais localizados na região como as cachoeiras e trilhas da Chapada dos Guimarães (100 Km), os passeios no distrito de Bom Jardim (50 Km) e o próprio Lago do Manso, seja na praia do empreendimento ou nas atividades náuticas com lancha.

Como o tempo era curto fomos conhecer as atrações de Bom Jardim. Visitamos o Balneário Estivado, onde pudemos mergulhar nas águas rasas de sua lagoa e ver a variedade de pequenos peixes que vinham fazer pedicure. Bem divertido. 

Depois fomos ao Aquário Encantado para, aí sim, fazer a flutuação numa lagoa mais profunda e ver peixes grandes e coloridos. Munidos de snorkel e máscaras, ficamos impressionados com a transparência d’água e com a aproximação dos peixes que passavam bem perto de nossos rostos. O fundo da lagoa também chamou a atenção com suas areias coloridas.

Na sequencia, fomos caminhando até Rio Salobra para fazer uma flutuação de um quilômetro. As águas caudalosas e a correnteza nos levaram calmamente, onde pudemos experimentar a sensação de sermos seres aquáticos.

Para finalizar, fomos à linda Lagoa das Araras, um reduto onde as aves coloridas fazem seus ninhos em palmeiras buriti. Vimos dezenas delas voando e emitindo o som característico. Um lindo lugar, repleto de paz.

No dia seguinte, fomos de lancha navegar pelo Lago do Manso, acompanhados pela equipe da Companhia da Aventura. Rapidamente encostamos no Morro do Navio e depois fomos até a ilhota de Bora-Bora, que só aparece quando as águas do lago estão baixas. 

O tamanho do lago impressiona, tem mais de 420 km² e é maior que a baía da Guanabara, que tem 412 km². No final, vimos as mansões construídas na beira de suas águas e chegamos bem perto da hidrelétrica, motivo pelo qual foi criada a represa.

Confira algumas fotos dos passeios na galeria abaixo 

Serviço
malaimansoresort.com.br

* A reportagem do Hôtelier News se hospedou no Malai Manso Resort Iate Golf Convention & Spa à convite do próprio empreendimento.

* Créditos das fotos Peter Kutuchian

Notícias Relacionadas

Comentários

Contato

Telefone : (11) 3253-9762

Celular/Claro : (11) 976-527-506

Celular/Claro : (11) 976-536-848

redacao@hoteliernews.com.br

Rede Sociais
Newsletter