Contos Natalinos: Confira histórias dos hoteleiros pelo Brasil

(foto: fernandoquadro.com.br)

Transformação, reencontro, surpresa, magia, inocência, amor, dedicação, empatia e benevolência. O que parecem ser apenas clichês de Natal são a mais pura realidade.
 
Os festejos de final de ano nos ajudam a lembrar que é preciso parar, refletir e se divertir, porque a vida deve ser aproveitada em sua plenitude - não é só trabalho, reclamação, racionalidade.
 
As histórias abaixo são relatos de situações que aconteceram na epóca de Natal em diversos hotéis do Brasil, e nos mostram que mesmo dando expediente em pleno feriado é possível se emocionar e aproveitar a data.
 
Inspire-se e tenha um Natal cheio de luz, paz, amor, fraternidade e alegrias. Esse é o desejo de toda equipe do Hôtelier News.
 
Leia agora os contos natalinos dos hoteleiros. Boa leitura!
 
Por Aline Costa e Juliana Albino, com colaboração da Redação
 
(foto:suplementocultural.com.br)
 
Ponto de encontro das nações
Ricardo Kawa, gerente geral de hotelaria do Rio Quente Resorts conta que no ano passado 60 pessoas de uma mesma família, que moram em cinco países diferentes, se reuniram no empreendimento para comemorar o Natal e os 98 anos da matriarca. "Muitos não se viam há anos e o Rio Quente foi escolhido porque a Bodas de Ouro da matriarca, hoje viúva, foi comemorada aqui", conta.
 
(foto: casacoamarelo.blogspot.com)

"Antigamente as pessoas passavam o Natal em casas, mas há uma tendência interessante de se viajar no Natal, até por conta da comodidade. Hoje as reservas antecipadas para o Natal já superam as do Réveillon", constata.
 
Celebridades de Natal
Cecília Zanchet, uma das proprietárias do Zank Hotel, localizado em Salvador, conta uma história que aconteceu um mês após a abertura do empreendimento, em dezembro de 2007.
 
"Recebemos uma reserva de jantar para 10 pessoas, nos preparamos e começamos a receber os convidados. Os primeiros a chegarem foram atores, curadores de arte, estilistas e formadores de opinião, entre eles, Christiane Torloni, Ana Hickmann, Eliana e Fause Hatten.
 
 Christiane Torloni e Ana Hickmann
(fotos: estiloramy.com.br e iolapp.extraextratv.com)
 
O encantamento pelo hotel foi emocionante, e em menos de uma hora tínhamos sessenta pessoas circulando pelo hotel para conhecer, pois as pessoas começaram a ligar para amigos e a festa selou um dos momentos mais importantes dessa trajetória de dois anos".

Natal em família
Marilu Bielski Kern, proprietária do Bangalôs da Serra, no Rio Grande do Sul, conta que o Papai Noel do empreendimento é mais que especial. "Tudo começou em 2005. A minha família inteira veio de Erechim, interior do Estado, passar o Natal em nosso hotel", diz.
 

(foto: divulgação)
 
"Contudo, o passeio acabou virando trabalho. Mas um trabalho prazeroso. Explico: nas datas comemorativas as atividades se multiplicam. E toda ajuda é bem-vinda. Cada um - conforme o seu talento - ganhou uma função. A minha mãe, Hilda, e os seus dotes culinários foram para a cozinha. Meu irmão brincalhão, Júnior, virou o responsável em entreter as crianças no campo de futebol", recorda.
 
Marilu conta que, "a minha irmã, Magali, teve a nobre missão de receber os hóspedes com o som da sua flauta. O personagem principal da festa ficou a cargo de meu pai, o Sr. Domingos: Papai Noel. No primeiro ano, ele ficou meio retraído. Mas agora não passa a data sem nos visitar e fazer a alegria da criançada. Aliás, neste ano compramos uma roupa nova para ele, um pouco mais confortável e o principal: vem com enchimento. Pois papai na realidade é bem magro!", finaliza.
 
(foto: sargs.blogs.sapo.pt)
 
Alegria em meio as perdas
Junara Hansen, proprietária da Pousada da Chácara, localizada em Nova Petrópolis, Rio Grande do Sul, conta que em certo Natal um casal que havia acabado de perder um ente querido estava sozinho em um chalé.
 
A decoração do presépio da Pousada da Chácara...
(fotos: divulgação)
 
"Como o Papai Noel não esquece de ninguém - já diz a música - por entre as árvores, caminhou o bom velhinho com sua bengala e lanterna fazendo o seu tradicional Ho...Ho!..Ho!.., chamando a atenção do casal que se aproximou".
 
E a árvore de Natal do empreendimento
 
Eles ganharam balas, presentes, e um abraço. "E, acima de tudo
puderam relembrar o lado simples do Natal e ter despertada a alegria: nas pequenas coisas também há felicidade. Por alguns instantes este casal voltou a ser criança", completa Junara.
 
Surpresas de Natal
"Em todos os natais, o Papai Noel entra de alguma forma em nosso  salão, seja de nave espacial ou até mesmo de rena. Numa dessas entradas, o papai noel ficou em uma caixa. Após as crianças cantarem, ele sairia da caixa e convidou algumas delas para ir com ele. Uma menina estava com muita vontade de faze "xixi" e não dava tempo dos recreacionistas levarem-na ao banheiro. Ela fez ali mesmo no salão e subiu sorrindo e feliz com o Papai Noel", conta Luciane Antônia Sariolli, conhecida como Tia Lu da recreação do Mabu Thermas & Resort, localizado em Foz do Iguaçu, no Paraná.
 
(foto: mamaevaiascompras.blogspot.com)
 
Uma Linda Mulher
Luciana Moreno Martins, gerente de Recepção do Sofitel Ibirapuera, tem uma história marcante de Natal, que a acompanha até os dias de hoje. "Tenho doze anos no Sofitel e nesse tempo presenciei diversas histórias interessantes e que muito me marcaram, uma delas aconteceu com um casal de clientes que frequentam o nosso hotel, e no detalhe sempre na véspera do Natal", diz.
 
"Há muito anos atrás um alto executivo estrangeiro se hospedou em nosso hotel para um trabalho aqui no Brasil, e acabou optando pelo nosso meio de hospedagem como segunda residência. Pelo ritmo extenso da sua jornada de trabalho ele quase não tinha momentos de lazer, e o seu único descanso era estar no restaurante ou no lobby do hotel".
 
Segundo Luciana um certo dia o hóspede apareceu com uma 'linda mulher', e todos os colaboradores ficaram espantados. "A moça era uma profissional do sexo e acabou frequentando o hotel com ele. O cliente não escondia de nenhum dos colaboradores quem era a acompanhante e a profissão que exercia, e a cada seis meses de seu retorno estava a moça novamente para acompanhá-lo em seus momentos de lazer".
 
"Na noite do Natal o hóspede e sua acompanhante participaram dos festejos da nossa ceia, e na ocasião havia um Papai Noel que estava presenteando alguns dos hóspedes, e o bom velhinho pediu para aquela moça fazer um pedido secreto. Logo depois, o Papai Noel falou em alto som: moça tenho um presente para você.
Ela com muita vergonha foi pegar o seu gracejo e ao abrir a caixinha viu que tinha ganhado um lindo anel de brilhante do executivo, que a pedira em casamento. Foi um momento único e não vou esquecer a emoção daquela moça e de todos os hóspedes que passavam a ceia de Natal conosco", conta.
 
Cena do filme Uma Linda Mulher estrelado por Julia Roberts
(imagem: whatsontv.co.uk)
 
"Hoje ela está casada com este executivo e tem lindos filhos, e já não mora mais no Brasil. Todos os anos no dia 24 de dezembro ela aparece no hotel com a sua família e esposo, para comemorar mais um Natal. Em nosso último contato ela destacou que estar no Sofitel a fazia muito feliz", enfatiza.
 
"Essa história me remete ao filme dos anos 90 - Uma Linda Mulher - protagonizado por Julia Roberts e Richard Gere, e realmente essa nossa hóspede é uma linda mulher!", conclui com emoção.
 
Papai Noel existe, e me deu um presente 
Luciana também relata uma história emocionante voltada para crianças carentes. "Um senhor utilizava o estacionamento do nosso hotel para guardar seus oito carros, um deles um conversível vermelho. No dia do Natal ele convidou alguns de nossos colaboradores para entregar presentes às crianças de uma das comunidades próxima do nosso empreendimento".
 
(foto: seligafranca.files.wordpress)
 
Ela destaca que todos os participantes da ação retornaram emocionados. "Ao chegarem no local os colaboradores se encantaram com os baixinhos, que estavam maravilhados com o carro vermelho e o Papai Noel dentro dele com um saco cheio de presentes", conta.
 
"Algumas dessas histórias nos remetem a valorizar o ser humano e aflorar o prazer em servir. Nessa época que são tempos de reflexão percebo o quanto somos felizes com tudo que temos, e muitas vezes reclamamos", completa Luciana.

Família reunida em tempos de paz 
"Desde que assumi a gerência de Marketing e Vendas do Rafain, há seis anos, sempre me emociono quando em todo Natal, os filhos de nossos funcionários passam um dia como hóspedes no hotel, no qual os pais deles trabalham", diz Cândido Ferreira Neto, gerente de Marketing e Vendas do Rafain Palace Hotel & Convention Center, em Foz do Iguaçu.
 
(foto: pequenada.com)
 
Segundo ele, a ideia do encontro é mostrar para as crianças, porque muitos dos sábados e domingos ou feriados seus pais não estão em casa.
 
"Neste dia ensinamos para eles como funciona o hotel, o local e a importância do trabalho de seus pais, além de aulas sobre higiene e meio ambiente. Além disso, também vivem um dia como hóspedes, com café da manhã, almoço, passeios e recreação no complexo de lazer do Rafain Palace. Mas o que sempre me emociona para valer é, ao final do dia, olhar a carinha de alegria deles ao ganharem presentes do Papai Noel e irem correndo mostrar para seus pais. São cenas marcantes!", finaliza Ferreira Neto.
 
Uma celebração especial 
Anderson Cosme da Silva, assistente de Marketing da HB Hotelaria, quando atuava como recepcionista foi supreeendido na noite de Natal. "Naquela noite estava de plantão e me deparei com um acontecimento inusitado. Tínhamos um cliente que fez em sua acomodação uma linda ceia de Natal. Momentos antes da celebração, o Sr. Oscar veio até a recepção com todos os itens da ceia que estava no seu quarto para todos os plantonistas do hotel", conta. 
 
(foto: aromassensuais.blogspot.com.br)
 
"A iniciativa marcou cada um de nós, onde presenciamos que a bondade no coração das pessoas existe independente do nível hierárquico ou condição social. Depois desse presente mantivemos contato com este cliente, que deixou boas recordações", recorda Cosme da Silva.    
 
Papai Noel por acaso 
A história de Thiago Borges, diretor executivo de Marketing do Vale Suíço Resort Hotel, também passou por uma emocionante história natalina. O nosso Papai Noel no dia do Natal foi jogar futebol e acabou machucando a perna. Acabei assumindo a responsabilidade de ser Papai Noel por um dia. Eu me caracterizei com a roupa vermelha e tive contato com 80 crianças que estavam no resort. Foi muito gratificante ver aqueles olhinhos brilhantes recebendo os seus presentinhos", diz.  
 
(foto: blog.redesuldenoticias.com.br)
 
"Fiquei muito feliz em participar dessa ação. O que mais me encantou e emocionou é a forma como as crianças com coração tão inocente depositam suas esperanças nesse velhino, e a forma como lidam com fé - em acreditar na vinda desse presente -, nos remete a perceber que muitas vezes precisamos dessa essência tão meiga e inocente para superarmos as dificuldades da nossa vida", finaliza Borges.
 
Serviço

Comentários