Publicidade
Qua 23 Ago 2017

Convocando associados, BLTA cria projeto com ações de sustentabilidade; saiba mais

Utilizando as dependências do Refúgio Ecológico Caiman, no Pantanal brasileiro, a BLTA (Brazilian Luxury Travel Association) promoveu um encontro com seus associados e representantes do Instituto Chico Mendes, SOS Mata Atlântica e a Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul. A ocasião foi dedicada a montagem de ações que tenham viés sustentável. Desse encontro saiu o projeto de sustentabilidade da BLTA  que visa implementar ações de boas práticas a partir deste ano. 

Arquitetado, o projeto nasceu com três enfoques:  1. Adoção do Refúgio de Alcatrazes e a Estação Ecológica Tupinambás, no litoral norte paulista (Unidade de Conservação de gestão do ICMBIO) em parceria com a SOS Mata Atlântica a fim de subsidiar com recursos financeiros ações de conservação, monitoramento e uso público. Alcatrazes é a segunda maior unidade marinha de proteção integral do Brasil com rica biodiversidade e beleza cênica. O acordo será celebrado no próximo dia 31 deste mês.

2. Difusão e estimulo às boas práticas junto às comunidade locais nos destinos. Por meio da promoção, intercâmbio e troca de informações e vivências sobre os projetos dos associados que já possuem envolvimento com a comunidade local para a conservação ambiental e valorização da cultura local. A ideia é ampliar e inspirar o envolvimento de outros associados junto as comunidades locais.

3. E por último, aumentar o percentual de boas práticas de sustentabilidade diagnosticadas no anuário 2015/2016 em cada empreendimento.
 
Simone Scorsato, diretora executiva da BLTA, explica que, a associação tem promovido a mensagem sobre o valor da autenticidade de um destino, que é o maior luxo do mundo ("Authenticity is the greatest world luxury"). A finalidade é mostrar que o luxo no Brasil está ligado as experiências autênticas, a cultura, as pessoas, a gastronomia e a hospitalidade com qualidade, celebrando assim a da experiência do viajante em um país rico em biodiversidade e culturalmente diverso. 

"O nosso luxo está intimamente ligado à sustentabilidade, a unicidade. É o charme da simplicidade versus o exagero da sofisticação, é a possibilidade de escapar dos rigores da vida moderna e se reconectar com liberdade e apreciação as coisas boas da vida por meio da imersão e interação com a cultura e natureza do destino", diz a executiva.

* Foto de capa: Pixabay/tookapic

Notícias Relacionadas

Comentários

Contato

Telefone : (11) 3253-9762

Celular/Claro : (11) 976-527-506

Celular/Claro : (11) 976-536-848

redacao@hoteliernews.com.br

Rede Sociais
Newsletter