Publicidade
Sex 12 Jan 2018

Curitiba CVB acredita em acréscimo no turismo graças a redução de impostos para eventos

Sancionada pelo prefeito curitibano, Rafael Greca, começou a valer uma medida que reduz o ISS (Imposto Sobre Serviços) pago por empresas que realizam eventos e convenções na capital paranaense. A medida deve impactar o setor de turismo na cidade em virtude disso o Curitiba CVB (Convention e Visitour Bureau) já crê em acréscimos nos índices ao longo do ano.

A redução tributária, que vale para feiras, exposições, congressos, shows e eventos, pode chegar em até 5%, conforme salienta o convention. 

"Curitiba já era uma das principais cidades do País para realização de eventos em função da excelente infraestrutura que temos aqui, mas o custo era um fator preponderante na competitividade e às vezes perdíamos para outros destinos justamente pela diferença do imposto que incidiria sobre o evento", comenta Adonai Aires de Arruda, presidente do CCVB. "A redução da alíquota acaba com esse problema e faz de Curitiba a capital com melhor custo benefício para este tipo de ação", afirma. 

Estimativas indicam que o setor de turismo movimenta uma cadeia composta por cerca de 57 segmentos como hotéis, restaurantes e prestadores de diversos serviços. "A geração de empregos e renda por conta do fluxo turístico é de extrema importância para a economia da cidade", afirma Arruda.

Em 2016, mesmo em meio ao conturbado cenário econômico do Brasil, a capital paranaense atingiu o número de 157 eventos realizados e R$ 193 milhões de reais injetados na economia local graças à realização de eventos técnico-científicos. Os números de 2017 ainda estão sendo contabilizados mas, para 2018, já com a redução de ISS, a expectativa é de um aumento 10% a 15% no número de shows, por exemplo. 

Segundo o presidente do CCVB, a redução do imposto implica não só em aumento no número de eventos desta natureza, mas também no número de visitantes porque os valores dos ingressos tendem a diminuir. Já no que diz respeito ao segmento MICE, espera-se  um crescimento de cerca de 30% até 2022  já que o processo de captação acontece com anos de antecedência. 

"Batalhávamos por isso há muito tempo e buscávamos o apoio da prefeitura por entender a importância do setor para o desenvolvimento da cidade. Este foi um dos temas mais debatidos na última campanha e agora, finalmente, alcançamos essa grande conquista. Este é um resultado a ser comemorado por toda população", conclui Arruda.

* Foto de capa: divulgação/Mapa Comunicação

Notícias Relacionadas

Comentários

Contato

Telefone : (11) 3253-9762

Celular/Claro : (11) 976-527-506

Celular/Claro : (11) 976-536-848

redacao@hoteliernews.com.br

Rede Sociais
Newsletter