Destino Curaçao passa a requisitar imunização contra a Febre Amarela

Baseado na recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Governo de Curaçao, por meio de seu Ministério de Saúde, Meio Ambiente e Natureza, passou a solicitar de todos os passageiros com mais de seis meses de idade que desembarcarem na ilha, a comprovação de imunização contra a febre amarela. A comprovação para os brasileiros será realizada através do Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP), que deverá ser obtido após a imunização.

O CIVP é solicitado pelas companhias aéreas e, também, no desembarque durante a passagem pela imigração de Curaçao no Aeroporto Internacional Hato. A imunização deve ser feita pelo menos 10 dias antes da viagem e deverá ser comprovada mediante a apresentação da carteira internacional de vacinação.

Os passageiros que tomaram a vacina há mais de 10 anos devem apresentar a carteira internacional de vacinação atualizada. Neste caso, não há a necessidade de tomar uma nova dose da vacina. Se os passageiros tiverem alguma contraindicação médica para a vacinação contra a febre amarela, deverão apresentar relatório médico atualizado devidamente assinado e carimbado, antes da data de viagem. Caso tenham perdido ou extraviado a sua carteira internacional de vacinação, deverão vacinar-se novamente.

* Crédito da foto: Pixabay/mariamichelle

Comentários