Dreams Resorts La Romana: grandiosidade no mar do Caribe

dreams_1
A combinação do azul da piscina, do mar e do céu criam belo cenário no resort
(fotos: Priscilla Haikal)

A visita ao município de La Romana, situado a cem quilômetros da capital Santo Domingo, figura na maioria dos roteiros turísticos elaborados para os visitantes que escolhem a República Dominicana como destino. Terceira maior cidade do país caribenho, o local foi um próspero porto de açúcar até os anos 1970, e encontrou no turismo um terreno fértil para o desenvolvimento econômico.

As principais paradas são o Altos de Chavón, vila com ares cenográficos que possui um enorme anfiteatro a céu aberto e uma escola de design, o museu natural de arte rupestre Cueva de las Maravillas, a Isla Saona no Parque Nacional del Este, e a Casa de Campo. Pelas suas suntuosas construções, esta última tornou-se reduto de famosidades como Beyoncé e Jay-Z, que escolheram o condomínio de luxo como refúgio durante o Reveillón.

01

Mas não é necessário ser um astro da música para se hospedar na região. Por preservar belas praias como a Dominicus e a Bayahibe, a cidade abriga diversas opções de estadia, em especial uma gama variada de resorts. Entre eles está o Dreams La Romana Resort & Spa, unidade que impressiona pelas grandiosas instalações e cativa pelas atividades de entretenimento - não estranhe a semelhança com um acampamento de férias norte-americano. A reportagem do Hôtelier News esteve no empreendimento e traz detalhes das dependências e das atrações do meio de hospedagem.

Por Priscilla Haikal*

dreams_2
Placa indicativa na entrada do empreendimento

O resort dominicano ocupa uma área de 70 mil m² de construção. Os números evidenciam a amplitude da unidade. Conforme a indicação do mapa, são 54 lugares diferentes, sendo oito restaurantes, sete bares, dois cafés, uma pizzaria, três piscinas - uma de borda infinita -, três spas, quatro quadras de tênis, e um cassino onde funciona a danceteria.

Os ambientes são espaçosos, com dimensões generosas que funcionam tanto para dar maior conforto aos clientes como para surpreender os hóspedes. O lobby tem um pé-direito altíssimo no qual quatro colunas sustentam o teto de madeira com uma grande abertura no meio para entrada de luz. Contrapondo à essa composição pesada o local traz cores claras no piso e nas paredes vazadas, outro fator que favorece a iluminação natural.

O caminho para as dependências do hotel é feito por calçadas mais estreitas que cortam os extensos gramados da unidade. Para facilitar a vida dos estrangeiros, pouco acostumados com o intenso sol da linha do Equador, os corredores são protegidos por telhados de madeira. Neste trajeto, além de se habituar com os atalhos, é possível cruzar com alguns flamingos rosas e se distrair com seus grunhidos barulhentos e suas poses clichês em formato de coração.

dreams4

Lazer
A programação de entretenimento é bastante movimentada para crianças e adultos. Logo cedo, na área de descanso com acesso à praia, já não há muitas cadeiras vagas para tomar sol. Enquanto alguns hóspedes aproveitam para tentar levar o bronze ou a vermelhidão como lembrança de viagem, outros se animam e começam a série de exercícios aeróbicos proposta por um dos animados instrutores do hotel. Ao passo que os pais focam a atenção nos cuidados do corpo, os filhos passam em fila de um lado ao outro repetindo em coro os comandos dados por outra integrante da equipe de lazer do resort.

As atrações seguem por todo o dia e incluem diversos jogos como futebol, tênis de mesa, brincadeiras aquáticas, exibição de filmes, oficina de culinária e de artesanato, bailes e o show Taino, uma exibição temática sobre os indígenas considerados os primeiros habitantes das ilhas do Caribe. À noite também há apresentações musicais na praia, quando os colaboradores do hotel interagem com os hóspedes - inclusive os mais tímidos - na tentativa de ensinar alguns passos de ritmos locais como merengue e bachata. Depois do jantar, o cassino e a discoteca ainda são opções para os notívagos.
 

dremas_lazer

A&B
Como todo bom all inclusive, a oferta de alimentação é farta e bastante variada. O meio de hospedagem tem restaurantes especializados em carnes, frutos do mar, culinária mexicana, italiana, cozinha francesa, oriental e asiática, e dominicana. O principal estabelecimento é o World Cafe, que além de ter a maior capacidade, funciona no esquema bufê para todas as refeições - café da manhã, almoço e jantar.

Para os que gostam de petiscos e lanches, a unidade oferece quase dez opções de bares e cafés, onde é possível provar salgados, tortas, doces, hambúrgueres, cachorros-quentes, e as mais diversas combinações de drinques. Como o resort costuma ser opção para muitos casais em lua de mel, a unidade oferece aos apaixonados o serviço de jantares privativos na beira da praia, à luz de velas, e com direito a acompanhamento musical. 

 


Acomodações
O Dreams La Romana oferece 751 quartos distribuídos em seis blocos de apartamentos. As categorias variam entre Honeymoon suite, para os recém-casados, num total de 32 acomodações, Deluxe com vista para o mar e Deluxe com vista para o jardim. Também há dormitórios configurados para receber famílias.

Outros 90 apartamentos fazem parte da categoria standard, além dos 192 quartos disponíveis para os clientes Preferred Club, o clube de vantagens exclusivo da unidade. A curiosidade é que nas portas das acomodações o hotel coloca uma faixa indicando se os hóspedes estão celebrando a lua de mel, o aniversário, ou as bodas de casamento.

dreams_aptos

Serviço
www.dreamsresorts.com

* A jornalista do Hôtelier News viajou a convite da República Dominicana  

Comentários