Ecologic Ville Resort & Spa by Vivence: Fundamentando o conceito de lazer da rede goiana


Ecologic Ville Resort & Spa by Vivence
(fotos: Filip Calixto)

No início do mês passado, um clima frio atípico para o cerrado goiano e algumas nuvens negras pairando receberam a reportagem para uma estadia no único resort administrado pela Vivence Hotéis. Nos dias seguintes o clima melhorou, o sol abriu e as dependências do empreendimento mostraram, tal qual em seus dias mais ensolarados, a rotina de atendimento ao público, fundamentalmente composto por famílias com crianças pequenas e - durante a semana - por empresas em períodos de convenções.

Situado em Caldas Novas, no interior de Goiás, o Ecologic Ville Resort & Spa by Vivence funciona com a atual gestão há pouco mais de um ano - no período anterior era administrado de forma independente. Alheia à mudança de comando, a estrutura permaneceu a mesma, priorizando a parte de lazer e repleta de opções para o entretenimento infantil. "Temos um público alvo muito bem definido e é para ele que trabalhamos", determina Vanessa Pires Morales, diretora Operacional da companhia criada em 2008 e que acaba de anunciar um projeto ambicioso de ampliaçãoAté 2018, serão cinco aberturas de empreendimentos já em construção, com aporte de R$ 200 milhões.

Parte fundamental do projeto de crescimento da empresa, o Ecologic Ville aparece, em termos práticos, como modelo de empreendimento a ser seguido para a criação do padrão lazer que a organização pretende oferecer em seus futuros resorts. Daí a importância que a cúpula da empresa dá aos desdobramentos da gestão em Caldas Novas. "Quando assumimos este empreendimento, enfrentamos alguns problemas financeiros e até de formação de funcionários, por isso também não conseguimos investir em melhorias. Mas, apesar destes problemas, conseguimos colocar a casa em ordem", rememora Vanessa.

Dentro das dependências do hotel, equipe e ambientes parecem não lembrar do momento anterior, e respiram a atmosfera de ampliação difundida pela diretora. No íntimo da operação do lugar, quem comanda as ações são José Luis Martins e Érica Perles, gerente geral e gerente Comercial, respectivamente. Sob a supervisão deles, uma equipe com colaboradores da cidade cuida para que, em dias de pouco ou muito sol, as experiências da hospedagem Vivence sejam usufruídas em sua plenitude. 

Por Filip Calixto* 



Vanessa Morales, diretora Operacional da rede hoteleira

Estrutura interna
Amplo como os grandes hotéis da cidade, esta unidade Vivence tem sua estrutura interna dividida em dois prédios. Dentro deles estão 308 dormitórios, entre apartamentos Luxo, Máster e as Suítes Nupciais - essas últimas equipadas com hidromassagem. Todas as acomodações têm ar condicionado split, frigobar, cofre digital, secador de cabelo, fechadura eletrônica, wireless gratuito e TV LCD de 32 polegadas.

Além dos quartos, no interior das torres ainda está a segunda maior fonte de receitas do hotel - perdendo para a hospedagem -, o centro de convenções Machado de Assis. Sua capacidade atende 900 pessoas numa estrutura que reúne foyer, salas de reunião, cafeteria, camarins e espaço para exposição de produtos e estandes. Como apoio do complexo de eventos, existe uma sala para exposições de obras de arte e duas salas tematizadas para reuniões em formatos de jantares e almoços.

Junto ao lobby ficam um piano bar, uma cafeteria, uma sala de jogos e um espaço para crianças. Completando as opções, existe um restaurante, uma spa com serviços de bem-estar, um espaço com hidromassagem para festas particulares e  uma academia.

Área externa
Na parte externa do empreendimento, a principal atração. Apenas fora dos prédios, o hotel tem 
53 mil m² de área. Neste espaço, o principal chamariz é o parque aquático, onde sete piscinas - cinco para adultos e duas para crianças - prometem relaxamento em suas águas termais naturais. No local existe uma piscina semiolímpica, cascata, sauna natural seca e a vapor, ofurôs com hidromassagem e o bar molhado.

Também ao ar livre está o setor infantil com brinquedos de madeira, muro de escalada, camas elásticas, cineminha, labirinto e teatro de fantoches. Tudo supervisionado por uma equipe específica para a recreação das crianças.

Fechando a parte externa, o hotel tem outro restaurante que também funciona como choperia e, habitualmente, atende os clientes que passam o dia nas piscinas.

Serviço
www.vivencehoteis.com.br

*A reportagem do Hôtelier News viajou ao Ecologic Ville Resort & Spa by Vivence a convite do empreendimento

Comentários