Publicidade
Qui 09 Mar 2017

Entidades do turismo saem em apoio às barracas da Praia do Futuro (CE)

O turismo de Fortaleza está ameaçado de perder um dos seus cartões-mais conhecidos - como barracas da Praia do Futuro, que atraem turistas do Brasil e fazem o exterior e geram cerca de 5 mil empregos diretos, contribuindo com uma economia do município. O Ministério Público Federal move uma ação, que será julgada no próximo dia 15 de março, em que pede uma demolição de 154 estabelecimentos.

A FBHA (Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação), o Sindihoteis (Sindicato Intermunicipal de Hotéis e Meios de Hospedagem no Estado do Ceará) e SindRest (Restaurantes, Bares, Barracas de Praia, Buffets e Similares do Estado do Ceará) manifestaram apoio à permanência dos comércios, que contribui para o desenvolvimento econômico do município, gerando postos de trabalho e renda para uma população, e é exemplo de turismo inovador, valorização da cultura local e promoção do turismo de Fortaleza.

Histórico O Tribunal Regional Federal da 5ª Região já decidiu, em agosto de 2013, pela permanência e manutenção dos estabelecimentos. À época, foi determinada uma demolição de construções abandonadas ou sem autorização e uma retirada dos obstáculos, permitindo o acesso à praia.

Serviço
fbha.com.br

Notícias Relacionadas

Comentários

Contato

Telefone : (11) 3253-9762

Celular/Claro : (11) 976-527-506

Celular/Claro : (11) 976-536-848

redacao@hoteliernews.com.br

Rede Sociais
Newsletter