Publicidade
Qui 16 Mar 2017

Estrangeiros arrematam quatro aeroportos em leilão e administrarão sob consessões de até 30 anos

O governo nacional brasileiro garantiu a arrecadação de mais R$ 3,72 bilhões pela concessão de administração em quatro aeroportos de capitais pelo País. Os principais pontos de aeronaves em Fortaleza, Salvador, Florianópolis e Porto Alegre agora serão geridos por companhias europeias que pagaram cerca de 23% a mais que a expectativa para explorar a utilização dos complexos.

Os lances mínimos foram fixados com base em 25% do valor da outorga - eles terão que ser pagos no momento da assinatura de contrato. O governo ainda garantiu uma arrecadação para a etapa atual da negociação no valor de R$ 1,46 bilhão, o que representa ágio de 94% sobre o mínimo estabelecido pelo edital.

Três grupos estrangeiros arremataram as concessões. São eles: a alemã Fraport, a francesa Vinci e a suíça Zurich. Nenum deles apresentou sócios brasileiros, ao contrário do que houve em todas as negociações similares anteriormente. Nenhum grupo nacional apresentou propostas pelos aeroportos.

A Fraport, que já havia demonstrado interesse no País quando apresentou proposta pelo Galeão, no Rio, levou os aeroportos de Fortaleza (R$ 425 milhões) e Porto Alegre (R$ 290,5 milhões).

Em Salvador, a Vinci venceu a disputa com um lance de R$ 660,9 milhões. A suíça Zurich arrematou a concessão na capital catarinense pelo montante de R$ 83,3 milhões.

As concessões duram 30 anos em três aeroportos. No caso de Porto Alegre a duração é de 25 anos.
Serviço
anac.gov.br

* Foto de capa: arquivo HN

Notícias Relacionadas

Comentários

Contato

Telefone : (11) 3253-9762

Celular/Claro : (11) 976-527-506

Celular/Claro : (11) 976-536-848

redacao@hoteliernews.com.br

Rede Sociais
Newsletter