Publicidade
Ter 11 Jul 2017

Estudantes do Massachusetts Institute of Technology (EUA) desenvolvem projeto de hotel no espaço

Como tornar a pesquisa espacial menos cara? Por que não construir uma estação espacial onde a metade da sua estrutura funcione como um hotel de luxo e a outra metade aos astronautas da NASA?

Este é o ponto principal por trás do projeto Managed, Reconfigurable, In-space Nodal Assembly, ou MARINA, para abreviar. Trata-se de um projeto assinado por cinco alunos de pós-graduação do MIT - Massachusetts Institute of Technology (EUA) que ganhou recentemente a competição Revolutionary Aerospace Systems que a NASA promove regularmente. A previsão é de que o serviço incorporado à estação espacial gere uma economia de 16% sobre o orçamento global da NASA, de US$ 3 bilhões por ano.

Segundo Matt Moraguez, estudante graduado no departamento de Aeronáutica e Astronáutica do MIT, e condutor da proposta, o MARINA possuirá design modular, com interfaces padronizadas que podem conectar-se facilmente a qualquer outra estrutura. A padronização permitirá que outras empresas desenvolvam produtos e serviços para os hóspedes do MARINA, gerando mais oportunidades de monetização do espaço.

"O MARINA, um espaço de luxo com oito quartos, bar, restaurante e academia vai tornar as férias em órbita no espaço uma realidade", declarou Valentina Sumini, uma das responsáveis pelo projeto em comunicado.

A equipe não forneceu qualquer estimativa de quanto custaria uma diária no hotel, mas é sabido que uma viagem em torno da lua custa mais de US$ 80 milhões para a NASA, por missão fora da terra.

* Crédito da imagem: Pixabay/LoganArt

Notícias Relacionadas

Comentários

Contato

Telefone : (11) 3253-9762

Celular/Claro : (11) 976-527-506

Celular/Claro : (11) 976-536-848

redacao@hoteliernews.com.br

Rede Sociais
Newsletter