Publicidade
Seg 11 Set 2017

Seis itens que os hoteleiros devem evitar para não perder o foco no desempenho do hotel

Os profissionais da hotelaria enfrentam distrações diárias que acabam desviando-os do seu foco principal: o bom desempenho de suas receitas. O site norte-americano Tambourine listou algumas dicas sobre como evitá-las.

1 - Enviar e-mails o dia inteiro Segundo levantamento, um profissional gasta uma média de 4,1 horas por dia na checagem e envio de e-mails, totalizando 20,5 horas por semana, representando cerca de metade de uma semana de trabalho, quando composta de 40 horas. Recomenda-se refletir no que se poderia conseguir gastando parte deste tempo na elaboração de novas campanhas de Marketing com foco nas receitas.

2 - Cuidado com as novas tecnologias e suas promessas
A indústria hoteleira é constantemente bombardeada com novas tecnologias e amenidades que objetivam uma "revolução" dentro da operação de um hotel. Embora isso possa ser verdade, é fácil perder o foco em meio à "perseguição" das melhores soluções. Certifique-se de que o investimento destinado para esse fim está realmente de acordo com seus objetivos e com o perfil dos seus hóspedes. 

3 - Cuidado com a diversidade de perfis na equipe de vendas
Quanto mais sistemas de Marketing e fornecedores você possui, mais complicações você pode esperar. Gerenciar diversos fornecedores desconectados para funções de Marketing separadas, como campanhas publicitárias, design de websites, e-mail Marketing e mídias sociais pode prejudicar o desempenho de diversas maneiras, principalmente no que diz respeito ao investimento destinado e na falta de responsabilidade em caso de fracasso, pois trabalhando com diferentes profissionais, é provável que direcionem a falha um para o outro.

4 - Falha no conhecimento de métricas
Muitos profissionais não possuem um objetivo claro sobre o que esperam do seu mix de Marketing e não conseguem definir seu verdadeiro custo de Marketing por reserva. É preciso dedicar mais tempo e recursos no aprimoramento dos esforços de análise e análise de equipe, explorando cuidadosamente cada canal para finalmente alcançar a melhor estratégia para o mix de Marketing do empreendimento.

5 - Não conhecer o cliente
Alguns comerciantes também sofrem com a falta de uma análise mais profunda sobre quem é o seu tipo de hóspede mais rentável. Investir em sistemas para ajudar a identificar esses clientes deve ser uma prioridade máxima, incluindo quando e por quê eles visitam, de onde eles vêm, o que consomem e onde consomem. 

6 - Cuidados com a receita gerada para terceiros
Investir em qualquer canal diferente do site direto do empreendimento é, em última análise, "machucar" o desempenho almejado com as reservas diretas. Óbvio que as OTA´s tornaram-se parceiros de negócios vitais para muitos, mas é importante ter consciência de quanto esforço é gasto para a venda por meio desses motores. Desenvolva sistemas e encontre fornecedores que maximizem a sua presença nas OTA´s e em seguida, use o tempo salvo na criação de suas próprias estratégias de reserva direta on-line.

* Crédito da foto: Pixabay/geralt

Notícias Relacionadas

Comentários

Contato

Telefone : (11) 3253-9762

Celular/Claro : (11) 976-527-506

Celular/Claro : (11) 976-536-848

redacao@hoteliernews.com.br

Rede Sociais
Newsletter