Publicidade
Sex 12 Jan 2018

Sete dicas para restaurantes de hotéis garantirem seu espaço dentre as novas categorias que surgem

Os operadores hoteleiros de hoje enfrentam múltiplas pressões baseadas em comportamentos de consumo, particularmente quando se trata de alimentos e bebidas. Cada vez mais os clientes têm modificado a sua forma de se alimentar e mais concorrentes vêm de fontes fora da categoria, como mercearias e empórios.

Como permanecer relevante em um ambiente cada vez mais diversificado e competitivo? Abaixo, sete tendências que ajudarão as ofertas de A&B se destacarem: 

1. Muitas opções podem significar nenhuma opção

Hoje em dia há diferentes planos de refeição: vegano, zero carboidratos, proteínas, vegetariano, entre outros. Estas dietas restritas podem dificultar a refeição. Comece por oferecer opções sem carne, sem leite e sem glúten em todas as categorias, desde aperitivos até sobremesas.

2. Lembre a história

As pessoas são resistentes à idéia de "fábricas de alimentos", e estão sempre procurando ofertas de menu que vinculam a natureza, a fazenda, o passado. Se você estiver usando produtos locais, carnes, geléia caseira, grãos antigos ou cerveja artesanal, certifique-se de que seu menu conta a história do item. A transparência na rotulagem é um problema enorme para os clientes de hoje, por isso aproveite ao máximo todos os ingredientes ecológicos que você está usando.

3. Regra de vegetais

Estudos mostram que a população americana de hoje está comendo 26% menos de carne, uma tendência que deve ser refletida em seus menus. As opções incluem a redução da quantidade de carne no prato, criando receitas com legumes que vão além do prato de vegetais cozidos no vapor. 

4. O café da manhã

As áreas urbanas têm aumentado os restaurantes que oferecem café da manhã incomuns, adicionando acompanhamentos como saladas, verduras e frango frito para a oferta tradicional de ovos. Estes pratos são saudáveis ​​e satisfatórios o suficiente para servir como qualquer outra refeição durante todo o dia.

5. Eco-friendly 

Pesquisas recentes mostram que 50% dos produtos cultivados nos EUA são descartados como resíduos e a indústria de serviços de alimentação é um contribuinte chave. Além dos alimentos orgânicos e naturais, os consumidores de hoje tendem a preferir restaurantes que são bons cidadãos corporativos - o que significa que eles minimizam o desperdício, reciclagem e compostagem e o uso de ingredientes não sustentáveis ​​como o óleo de palma. O melhor conselho é adotar práticas mais sustentáveis ​​e comunicar seu envolvimento.

6. Levante o calor!

Os clientes mais jovens têm hábitos alimentares aventureiros, as pessoas viajam para lugares mais exóticos e comem alimentos locais. Os clientes dos restaurantes nunca foram mais diversificados. Seja qual for o motivo, preferem cada vez mais perfis de sabores quentes, criados através de molhos, especiarias ou pimentões. Não tenha medo de misturar e combinar quando se trata de alimentos étnicos. Fusão é uma coisa boa!

7. De olho no visual

Além de manter um menu na moda, os operadores inteligentes garantem que os seus pratos sejam fotogênicos e até criam eventos e decoração favoráveis para fotografias. Restaurantes avançados começaram a oferecer aulas de culinária e bartending para engajar clientes, juntamente com menus de degustação para entusiastas da comida. 

* Artigo original na íntegra no Hotel Management

** Foto de Capa: Pixabay/RitaE

 

Notícias Relacionadas

Comentários

Contato

Telefone : (11) 3253-9762

Celular/Claro : (11) 976-527-506

Celular/Claro : (11) 976-536-848

redacao@hoteliernews.com.br

Rede Sociais
Newsletter