Teresina (PI): Verde, gastronomia e artesanato no mesmo destino

A Ponte da Amizade é um dos cartões-postais de Teresina (fotos: Peter Kutuchian) A Ponte da Amizade é um dos cartões-postais de Teresina (fotos: Peter Kutuchian)

A visita feita ao Blue Tree Rio Poty, no ano passado, foi a motivação do passeio feito pela reportagem por Teresina, capital do Piauí. Embora a fama que a precede tenha sido desfavorável, a cidade mostrou-se um destino que vale a pena visitar, com infraestrutura cultural, gastronômica e econômica. O calor intenso, tão comum principalmente na região Nordeste, está lá mas não chega a atrapalhar a visita às principais atrações locais e às caminhadas pelo destino. Um dos destaques dali são os parques: são mais de 20, incluindo o Parque Municipal Floresta Fóssil. Não por acaso, Teresina é também conhecida como Cidade Verde. Os principais pontos turísticos são o Centro de Artesanato Mestre Dezinho, os museus do Piauí, de Arte Sacra Dom Paulo Libório, dos Rios, o Pólo Cerâmico do Poty Velho e Ponte Estaiada João Isidoro França, que conta com belvedere e propicia uma vista de 360º de Teresina. Os eventos sazonais incluem Carnaval, Corso de Teresina, Teresina Fashion, Piauí Fest Music, Salipi (Salão do Livro do Piauí), Piauí Art, entre outros. A gastronomia teresinense é representada pelo prato típico Galinha à Cabidela, seguida da Paçoca (carne seca pilada com farinha); Maria Isabel (arroz misturado com carne seca); Baião de dois (arroz misturado com feijão novo); Sarapatel e a Buchada de bode. Além da gastronomia regional, existem muitas opções da culinária internacional e gourmet. Destaque para os restaurantes Dom Luis, Coco Bambu, Favorito, Forneria, Aroma Árabe e os bares Casa Oub e Boteco. Uma sugestão? Inclua à sua programação uma visita a esse destino nordestino. Veja alguns cliques que fizemos por ali na galeria abaixo: Serviço www.teresina.pi.gov.br www.turismoteresina.com  

Comentários