Publicidade
Sex 09 Set 2016

Villa Amazônia mira o público de lazer sem abrir mão do corporativo; entenda

Guto Costa Filho e Fabiana Caricati Boaretto, sócios-proprietários do Villa Amazônia (foto: divulgação/arquivo pessoal)

No ano em que o Anavilhanas Jungle Lodge completa uma década de operação já consolidado como um dos principais hotéis de selva no coração da Floresta Amazônica, chega a vez de Manaus receber um novo e exclusivo empreendimento, voltado, segundo Guto Costa Filho, um dos sócios proprietários, "ao público de lazer exigente e ao viajante de negócios que deseja serviços de qualidade em um ambiente inovador e que proporcione uma nova experiência".

"Nesses dez anos de Jungle Lodge, ouvimos nossos hóspedes e identificamos que, na maioria da vezes, eram pessoas que chegavam à região já ávidos para conhecer os 'high-lights', a Floresta Amazônica, o Parque Nacional de Anavilhanas e muitas outras atrações, deixando um pouco de lado Manaus e as suas maravilhas", explica Costa Filho.

O Villa Amazônia iniciou suas operações no dia 21 de julho. O empreendimento é resultado da reformulação de uma casa histórica, datada do início do século passado, no auge da era da borracha. Foram três anos e meio de idas e vindas ao Instituto de Patrimônio Histórico para a liberação e mais alguns meses até que o projeto fosse aprovado pelo Corpo de Bombeiros.

De acordo com o sócio-proprietário, "a casa não possuía facilidades de acessibilidade e tráfego de bagagens. Além da sua total reformulação, foi construído o bloco de apartamentos (são 30 unidades de três categorias diferentes: standard, superior e premium) em uma área aberta no interior da propriedade com vistas para a piscina. Assim, o hóspede passa do antigo ao moderno com todo o conforto que o viajante de lazer exige nos dias de hoje", completa.

Desde a sua abertura, o hotel tem alcançado as expectativas de ocupação dos investidores. Para Costa Filho, a inauguração também atende uma necessidade natural por hotéis em uma região que ainda atravessa uma fase de revalorização com a abertura de bares, restaurantes e constantes intervenções culturais. 

Expectativas
"Encerramos o mês de agosto dentro do aguardado, o mês de setembro já alcançou a marca de 25% e esperamos para os próximos meses um volume maior de visitantes. Estamos trabalhando para isso e sabemos que o ritmo "a todo vapor" deve ser alcançado em até dois anos. Com este hotel, oferecemos aos hóspedes a oportunidade de redescobrirem Manaus e seus atrativos. Por isso, além do serviço de concierge, todos recebem um mapa com os pontos de interesse que podem ser alcançados a pé a partir do hotel. Acreditamos no potencial do destino com o encontro das águas, Museu do Seringal, Bosque da Ciência do INPA, Porto da Manaus Moderna, Feira da Banana, Mercado Adolfo Lisboa e o Museu da Amazônia, que conta com uma torre de observação de 60 metros de altura", finaliza.

Serviço
villaamazonia.com

Notícias Relacionadas

Comentários

Contato

Telefone : (11) 3253-9762

Celular/Claro : (11) 976-527-506

Celular/Claro : (11) 976-536-848

redacao@hoteliernews.com.br

Rede Sociais
Newsletter