';

"Novas fases, muitas mudanças e novidades para vocês!"

Vinicius Medeiros
Editor-Chefe
Cursos
icone de um computador com um LMS (learn management system)
Confira nossos cursos

8 mil prestadores de serviço já solicitaram a emissão do selo Turismo Responsável

Por Redação 7 de julho de 2020

selo turismo responsável- empreendimentosSão Paulo foi o estado com maior número de solicitações (2.011)

Um mês após o lançamento do selo Turismo Responsável, desenvolvido pelo MTur (Ministério do Turismo), a pasta já contabilizou oito mil solicitações emitidas por prestadores de serviço do setor. A certificação foi criada com o objetivo de auxiliar o mercado a se adaptar seguindo as medidas de segurança e higiene recomendadas pelas autoridades de saúde.

Os segmentos com maior número de solicitações do selo são: agências de viagem (3.110), meios de hospedagem (2.239) e transportadoras turísticas (970). Já os estados que registraram a maior adesão à iniciativa são: São Paulo (2.011), Rio de Janeiro (1.312), Minas Gerais (753), Bahia (536) e Santa Catarina (422).

Para auxiliar os empreendimentos sobre as medidas recomendadas para a reabertura, o MTur publicou os protocolos sanitários recomendados para 15 segmentos turísticos que fazem parte do Cadastur (Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos), além de um conjunto de orientações também para os turistas.

“O sucesso desta iniciativa comprova que estamos no caminho certo para o início das atividades do nosso setor, que foi tão afetado por esta pandemia, e integra o conjunto de ações de retomada que vem sendo desenvolvido pelo Ministério do Turismo. Fomos um dos dez países em todo o mundo que tiveram essa preocupação em apresentar esse selo que atenderá aos anseios do setor e dos turistas, que estarão mais atentos aos protocolos de biossegurança”, comentou Marcelo Álvaro Antônio,ministro do Turismo.

Selo Turismo Responsável: hotéis

Hotéis e redes como a Bourbon Hotéis & Resorts, Rede Swan Hotéis e Barretos Country Thermas Resort já são reconhecidos com a certificação. Para solicitar o selo, basta acessar o site da iniciativa, ler as orientações previstas no protocolo destinado ao segmento correspondente e estar com a situação regular no Cadastur.

O selo, que é totalmente gratuito, deverá ser colado em local de fácil acesso ao cliente e conterá um QR Code pelo qual o turista poderá consultar as medidas adotadas por aquele empreendimento e/ou profissional. Além disso, possibilitará a realização de denúncias em caso de descumprimento, o que poderá resultar em revogação do selo.

Estão disponíveis protocolos para: Meios de Hospedagem; Agências de Turismo; Transportadoras Turísticas; Organizadoras de Eventos; Parques Temáticos; Acampamentos Turísticos; Restaurantes, Cafeterias, Bares e similares; Parques Temáticos Aquáticos; Locadoras de veículos para turistas e Guias de Turismo, entre outros.

(*) Crédito da foto: Roberto Castro/MTur