';
Beach Hotéis - início retomada_capa

"Novas fases, muitas mudanças e novidades para vocês!"

Vinicius Medeiros
Editor-Chefe
Cursos
icone de um computador com um LMS (learn management system)
Confira nossos cursos

Apesar das incertezas, Beach Hotéis inicia bem retomada

Por Camila Gallate 29 de setembro de 2020

O tempo de paralisação das atividades foi bem gasto na Beach Hotéis. Os três meses com as unidades fechadas serviram para investir em melhorias, deixando-os prontos para retomada em curso. Agora, dada a largada para reabertura, os hotéis da rede colhem bons resultados de tudo que foi feito.

“Atingimos 100% de ocupação nos quatro hotéis desde a reabertura, no início de Julho. E simultaneamente” celebra Patrícia Luz, gerente geral corporativa da Beach Hotéis. “As pessoas foram privadas de sair de casa e, hoje, aproveitam para viver outra rotina. A ocupação média da Beach Hotéis desde abertura é de 60%”, completa.

A gerente acredita que uma série de motivos explica o bom desempenho desde a reabertura. Ainda assim, ela destaca os hotéis pé na areia e os amplos espaços ao ar livre, que favorecem a conversão da reserva. “Além disso, nosso atendimento profissional, acolhedor e descontraído, nos diferenciam”, complementa.

Analisando 2020, Patricia acredita que, apesar da crise, não é um ano completamente perdido. “Parte da recuperação será possível, visto que julho, agosto e setembro estão mais movimentados que o histórico do período”. Ela ainda destaca que os meses de atividades paralisadas são de baixa temporada no litoral Norte São Paulo. “Ajudou a reduzir os dados.”

Beach Hotéis: estratégias para a retomada

Em relação às tarifas, a situação ainda é muito volúvel, diz a executiva. “Estamos flutuando de acordo com a ocupação e clima, que é determinante”, comenta. “O tamanho das perdas ainda é difícil de mensurar exatamente. Ainda assim, prevemos queda de 20% faturamento em relação ao ano passado”, projeta.

Dessa forma, ela reconhece que, mesmo com os bons resultados, o cenário ainda é incerto, e até para 2021. “A procura pelo Natal e Réveillon está pouco aquecida”, adianta. “Observamos que as reservas estão sendo fechadas de última hora. É um novo cenário se desenhando. Além disso, 100% dos nossos eventos, a maioria casamentos, foi prorrogada com sucesso para 2021.”

Para Patrícia, ainda existem diversos fatores que seguram a plena retomada. “O futuro ainda é um pouco incerto. Decretos municipais e estaduais mantêm a indefinição, assim como a evolução do desenvolvimento da vacina e a recuperação econômica das famílias”, analisa.

Beach Hotéis - retomada_Patrícia Luz

Patrícia: reservas são fechadas de última hora e, para Natal e Réveillon, demanda não está aquecida

Para atrair o público e estabilizar a retomada, a Rede Beach Hotéis vem trabalhando por meio de um plano de contingência com comitê de crise. “Adotamos uma série de estratégias e pacotes interessantes. O voucher ganhe em dobro nos proporcionou fortalecer os habitués e criar forte vínculo”, comenta Luz. “Nosso carro-chefe é o long stay de sete ou 15 dias, que atingiu uma fatia de novos consumidores e gerou fidelização. Estamos mais flexíveis em relação aos descontos com tarifas flutuantes de acordo com a ocupação”, revela.

Ao todo, a rede conta com seis hotéis, todos no litoral Norte, com exceção da unidade em Águas de São Pedro. “Cada um tem seu perfil de hóspede de acordo com a característica do produto e diária média”, conta. “Para atraí-los, também investimos no marketing digital. Nesse cenário é necessário se reinventar em todos os aspectos da hospedagem, de A a Z”, finaliza.

(*) Crédito das fotos: Divulgação/Beach Hotéis