';
Casa de Perainda - retomada_piscina

"Novas fases, muitas mudanças e novidades para vocês!"

Vinicius Medeiros
Editor-Chefe
Cursos
icone de um computador com um LMS (learn management system)
Confira nossos cursos

Casa de Perainda aproveita pausa para ficar ainda melhor

Por Vinicius Medeiros 16 de outubro de 2020

A aposentadoria (não tão planejada assim) que virou um negócio. Em um resumo simplista, esta é basicamente a história da Casa de Perainda, pousada de luxo localizada em Trancoso (BA). Aberto em 2016, o empreendimento foi pego pelos efeitos da pandemia, como toda hotelaria nacional. No entanto, em vez de se resignarem, os sócios Virgílio Machado e Alexandre Gobbo aproveitaram o período fechado para investir. E para torná-lo ainda melhor!

A retomada das atividades ocorreu em 1º de agosto e, desde então, a demanda anda positiva. “Está sendo uma surpresa, com um movimento maior do que anos anteriores. Setembro, por exemplo, lembrou janeiro. Só na alta temporada atingimos esse nível de margem. Tivemos 80% de ocupação”, revela Machado, que detalha o perfil do público.

“A maioria foi paulista. Normalmente, nossos principais mercados emissores são Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerias. Há ainda estrangeiros, que agora estão em minoria, mas que levaram uma fatia de 35% das vendas em 2019”, afirma. “Entre os visitantes internacionais, destaque para ingleses e americanos. Uma reportagem sobre Trancoso na Vogue americana nos ajudou muito na divulgação do destino”, acrescenta.

Para a reportagem do Hotelier News, Machado disse que o período fechado foi de trabalho intenso. “Aproveitamos para fazer uma série de reformas. Salão social, cozinha, rouparia, salas de massagens e bares foram renovados. Os quartos já estavam sendo reformados um a um anteriormente”, destaca. “Em dezembro, já havíamos inaugurado um espaço para eventos. Se tiverem temáticas ligadas à arte, cultura e educação, cedemos gratuitamente à comunidade local”, ressalta.

Machado revela que outros projetos de melhorias stambém estão em execução. “Teremos um spa, que já está em construção e deve abrir no final de 2021. Além disso, adquirimos um terreno na Praia dos Coqueiros, onde ergueremos um beach club bem reservado”, comenta. “É aquela coceira do empreendedor que não nos abandona”, brinca.

Casa de Perainda - retomada_suíte

Período fechado em função da pandemia foi de reformas na pousada; suítes já havia sido renovadas

Casa de Perainda: história e estrutura

Agora, será possível entender as primeiras linhas dessa reportagem. Machado e Gobbo já frequentavam Trancoso já há alguns anos. Donos de uma escola particular em Belo Horizonte, os dois costumavam visitar a irmã do primeiro durante as férias. “Vendemos a escola em 2014 e, depois de 30 anos no setor de educação, é preciso repensar a vida. Nossa intenção era apenas morar em Trancoso”, revela Gobbo. “Acabou virando um projeto de vida”, completa Machado.

Os dois ficam na linha de frente da operação, conta Gobbo. “Se não estamos na pousada, ela está fechada. Curioso é que realmente nunca foi um projeto de vida. A venda da escola mudou isso. Nosso projeto inicial era ter a casa e passar temporadas por aqui”, afirma. “Ao receber pessoas aqui, vimos que poderia ser uma ótima opção de vida, e aí veio a coceira do empreendedor. Melhor, agora não tem mais pais reclamando do bullying. É o paraíso”, diz.

Machado conta que o imóvel comprado já tinha estrutura de pousada, que é reconhecida por ter obras de arte de artistas mineiros por todos os lados. “Aí começamos a aprimorar a infraestrutura e a decoração, sempre de forma intuitiva. E isso foi uma boa: a falta de experiência nos permitiu ousar e aplicar nosso olhar de viajante, do cliente”, acrescenta.

A Casa de Perainda ocupa uma área de 6 mil metros quadrados. Ao todo, o empreendimento reúne cinco suítes de hotel e duas villas com três cômodos cada. “Exploramos um conceito de casa-hotel”, comenta Machado. A poucos passos do Quadrado, ponto turístico conhecido no destino, a pousada tem ainda piscina e bar. “Atuamos como concierge para nossos hóspedes realizando qualquer desejo que ele queira, reservando restaurantes ou lounges na praia”, destaca Gobbo. Pois é, de fato, a aposentadoria está agora muito mais movimentada!

Casa de Perainda - retomada_Virgílio Machado e Alexandre Gobbo

Machado e Gobbo decoraram cada cômodo da pousada, que têm uma bela coleção de arte mineira

(*) Crédito das fotos: Divulgação/Casa de Perainda