';
retomada - resultados de mercado - capa

"Novas fases, muitas mudanças e novidades para vocês!"

Vinicius Medeiros
Editor-Chefe
Cursos
icone de um computador com um LMS (learn management system)
Confira nossos cursos

Escalada para retomada é árdua, mas volume de reservas apresenta melhoras

Por Nayara Matteis 17 de setembro de 2020

O cume da montanha é alto e o caminho tortuoso, mas a retomada hoteleira no país parece estar ganhando fôlego gradualmente. Estimulados pelas reaberturas em massa nos últimos meses, ainda que tímidos e receosos, turistas começam a sair da toca para voltar a viajar. Balanço realizado pelo Hotelier News em julho, por exemplo olho, identificou o inicio desse movimento, que vem ganhando corpo mensalmente. Obviamente, os níveis absolutos ainda estão longe da normalidade pré-pandemia, mas os dados são um alento.

Baseado nos números do time de quatro empresas parceiras, nosso levantamento mostra agora os resultados de agosto. Aksuite, Foco Multimídia, HSystem e Pmweb compartilharam informações recolhidas em suas plataformas, que somam cerca de 2,5 hotéis no país. Em linhas gerais, todas apresentaram crescimento em número de reservas e cotações, com destaque para a segunda quinzena do mês.

“Ao conversar com alguns clientes hoteleiros que alcançaram um alto volume de reservas, com o intuído e identificar quais estratégias foram utilizadas, escutamos que o incentivo para venda direta foi priorizado, fazendo com que o motor de reservas estivesse com descontos ou um tarifário mais barato que os dos demais canais de vendas”, adianta Leonardo Silveira, sócio e diretor Comercial da Foco Multimídia.

Retomada ascendente

De acordo com a base de dados da Asksuite, o número de atendimentos registrados na plataforma em agosto chegou próximo ao volume totalizado em fevereiro, ainda pré-pandemia. As solicitações de cotações subiram 39,5% frente a julho, demonstrando o crescimento no interesse do turista em retomar o hábito de viajar.

Na Foco, desde abril, ainda no início da pandemia e período mais crítico para o setor, o número de reservas vem apresentando aquecimento gradativo. Se em julho a empresa baiana encerrou com 20.640, agosto registrou mais que o dobro (42.814). “Nós da Foco nos surpreendemos com os números acima, mostrando que a retomada do setor está acontecendo muito antes do esperado. O maior volume de reservas efetuadas em agosto estão com check-in programados entre novembro a janeiro, com uma média de 2,8 noites”, destaca Silveira. “Os hoteleiros identificaram também muitos hóspedes realizando reservas, pois devolveram valores de até 30% (cash back) em seus programas de fidelidade, com o intuito de trazer esse cliente de volta no futuro”.

A Pmweb observou crescimento de 39% no total de reservas, 16% no número de usuários e 20% em taxas de conversão do e-commerce. Segundo a empresa, a primeira metade do mês não apresentou grandes variações, demonstrando estabilidade na curva de crescimento. Entretanto, os últimos quinze dias do mês atingiram um pico de reservas 31% superior ao início do mês. Pela primeira vez, desde o começo das análises, o indicador superou patamares registrados no princípio da pandemia.

“Mesmo com o cenário de recessão econômica, observamos o movimento crescente do turista brasileiro em busca de oportunidades de viagem, em grande parte para destinos próximos, que não dependentes exclusivamente da malha aérea”, ressalta Michelle Timm, Strategic Consulting da empresa. “A principal fonte de receita foi a venda de reservas já com data selecionável. O que demonstra uma retomada da confiança do hóspede em se comprometer com uma viagem de forma planejada, além de uma oportunidade para fomentar as vendas através do site”.

Em análise regional, a agência gaúcha aponta crescimento de 100% no volume de reservas no Nordeste, o que representa 55% no total de usuários e aumento de 36% na taxa de conversão frente a julho. Já o Sudeste vem apresentando mais visitas e reservas, abocanhando 38% do volume total de vendas online.

retomada - resultados de agosto

Para finalizar, a HSystem registrou incremento de 66,1% no total de reservas frente a julho. Em números absolutos, o volume foi de 31.663 para 52.620 no mês passado, confirmando o cenário de aquecimento do mercado apresentado pelas demais plataformas.

(*) Crédito da capa: Peter Kutuchian/Hotelier News