Chile é alvo inicial na expansão da Nobile pela América Latina

Diego FilardiFilardi vê grande potencial no mercado chileno

Como noticiado anteriormente, a Nobile Hotéis está de olho na América Latina, e o Chile é o alvo inicial para a expansão. Em entrevista ao Hotelier News, Diego Filardi, diretor de Desenvolvimento da empresa para a região, confirma que existem negociações próximas da conclusão no mercado chileno. Outros destinos-alvos, como Argentina e Uruguai, também tem tratativas em andamento.

"Estamos trabalhando com propostas mais adiantadas no mercado chileno. É o país no qual a Nobile vê um futuro próspero por conta da estabilidade econômica", diz o executivo. "A hotelaria local também vem se desenvolvendo bastante e isso fez com que o Chile nos chamasse mais atenção", completa.

Ficardi destacou que há cinco propostas com tratativas adiantadas no mercado chileno. Segundo o executivo, a meta é iniciar operações no país até o final do ano. “Estamos observando hotéis de todos os segmentos. Entre as negociações mais adiantadas, há empreendimentos econômicos, midscale e upscale”, revela o diretor, dando dicas sobre os destinos onde a rede pode desembarcar. “Santiago, Viña del Mar e, mais ao sul do país, Port Mott e Concepción são nossos alvos iniciais”, completa.

Nobile Hotéis na Argentina

Outro mercado que a rede brasileira tem negociações em curso é a Argentina. Segundo Filardi, há negociações abertas para gerir hotéis em Buenos Aires e em cidades ao sul do país, como Bariloche e Calafate.

Tanto para o mercado chileno, como para o argentino, as oportunidades de expansão se dão por três caminhos. “Como há muitos hotéis independentes nesses países, vamos firmar contratos de gestão ou de franquia, caso o proprietário deseje manter a administração do empreendimento”, explica. “Além disso, toda América Latina guarda boas oportunidades para o Ameris”, avalia Filardi, destacando a plataforma de distribuição criada pela Nobile Hotéis.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Nobile Hotéis

Comentários