Conheça Michael Schmid, gerente geral do Four Seasons São Paulo

Michael Schmid - Four Seasons São PauloEm toda carreira, Schmid trabalhou em três redes

Em 18 anos de hotelaria, Michael Schmid já rodou o mundo. Ainda assim, mesmo antes de começar sua carreira, o executivo já viajava bastante. Nascido em Saint Gallen, na Suíça, ainda bebê foi para Bogotá, na Colômbia, onde seu pai era diretor do Colégio Suíço local. Dali em diante iniciou uma peregrinação por vários países, seja acompanhando seus pais ou trabalhando em hotéis mundo afora.  

Não que isso fosse um problema, como Schmid gosta de deixar bem claro. “Minha família gostava de viajar, e não era só em função do trabalho do meu pai, mas a lazer também”, relembra. “Também moramos na Cidade do México antes de voltar a Suíça, onde fiz toda minha formação acadêmica”, completa.

É nesse período de criança que o gerente geral do Four Seasons São Paulo, que abre em 15 de outubro, interessou-se pela hotelaria. “Nessas viagens em família ficámos em hotéis. Então, desde garoto era curioso, queria entender o funcionamento das propriedades. Sempre soube que era a profissão certa para mim, muito embora, como qualquer criança, sonhava em jogador de futebol, mas não deu certo. Fazer o que?”, brinca Schmid.

Michael Schmid: trajetória

Formado pela Ecole Hôtelière de Lausanne, o executivo iniciou sua carreira nos Estados Unidos. “Tive um professor americano que me dizia que, se quisesse viver a hotelaria de verdade, era necessário trabalhar nos Estados Unidos. Então, fui para Boston”, lembra Schmid, que começou a carreira em uma unidade da Fairmont na cidade americana. “Fiquei lá por 18 meses, tendo um grande aprendizado”, acrescenta.

Com a carreira ganhando corpo, começou a “peregrinação” de Schmid. Mais uma vez, não que isso fosse um problema. De Boston, ele foi para Berlin, dali para Chicago e, posteriormente, Zurique, Moscou, Londres, São Paulo, Guanacaste (Costa Rica) e Mallorca (Espanha). “Apesar de todas essas cidades, só trabalhei em três empresas: Fairmont Hotels and Resorts, Hyatt Hotels, onde fiquei 13 anos, e Four Seasons”, ressalta.

Michael Schmid - Park Hyatt MallorcaAntes de voltar, Schmid abriu o Park Hyatt Mallorca

O profissional fez praticamente toda sua carreira na área de A&B (Alimentos & Bebidas), na qual começou no room service. “Daí fui subindo e subindo. Meu primeiro cargo gerencial foi como diretor de A&B do Park Hyatt Moscou”, conta. “Trabalhei no Grand Hyatt São Paulo em 2012, como hotel manager. Dessa experiência parti para meu primeiro posto como gerente geral, abrindo o Andaz Costa Rica Resort at Peninsula Papagayo, na Costa Rica”, conta. 

Convite e futuro

Antes de assumir o comando do Four Seasons São Paulo, Schmid fez a abertura do Park Hyatt Mallorca. “Sempre fiquei em contato com profissionais da Four Seasons, até por conta da minha passagem anterior. Quando trabalhei na Costa Rica, o hotel que geria ficava do lado de uma unidade da rede, o que me levou estreitar ainda mais essa relação. Então, quando abriu a vaga, eles me consultaram se tinha interesse. Disse que dependia da minha esposa, mas ela topou na hora”, brinca.

Para o futuro, Schmid pensa em continuar sua peregrinação, só que, agora, em um ritmo mais devagar. A razão são duas meninas, de dois e quatro anos, que nasceram na Costa Rica. “Na nossa profissão, é muito importante ter uma esposa parceira, que gosta de viajar e morar em diferentes países. Por que é aquilo: você conhece pessoas e depois de quatro ou cinco anos tem que mudar de vida novamente”, diz.

“Agora, entretanto, temos duas filhas, o que muda completamente a história. Meu plano é fazer a abertura do hotel e ficar em São Paulo por um bom tempo. Vamos ver o que a hotelaria me reserva depois disso”, finaliza.

(*) Crédito da capa e da foto: Vinicius Medeiros/Hotelier News

(**) Crédito da foto: Divulgação/Hyatt Hotels

Comentários