São Paulo ganha novo stopover, dessa vez da Latam

Latam - stopover em São Paulo_Jerome CadierCardier destacou a malha aérea da Latam, que pode liga Bauru a Santiago

Depois da Gol e da Azul, só faltava a outra participante do “triopólio” nacional de aviação comercial. Hoje, em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, a Latam confirmou o início do serviço de stopover nos aeroportos de Guarulhos e Congonhas. A novidade dá continuidade às medidas de contrapartida à redução da alíquota do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), anunciada em fevereiro pelo governo paulista

A partir de meados de dezembro, os clientes da Latam podem estender a conexão na capital paulista. O stopover vale tanto para os voos ida, quanto da volta, sejam viagens domésticas ou internacionais. Com isso, os passageiros poderão ficar na cidade por até três dias sem custo adicional.

“O stopover representa um novo passo adiante para a geração do movimento turístico em São Paulo, mais especificamente na capital”, comenta o governador João Dória. “O maior portão internacional de entrada do país é o Aeroporto Internacional de Guarulhos, sucedido pelo Aeroporto de Viracopos. Agora, com o stopover, ganha a economia paulista com mais turismo, mais frequência na ocupação de hotéis e serviços da capital”, completa.

Stopover estimula viagens

Secretário estadual de Turismo, Vinicius Lummertz destaca que parceria com a Latam é mais um resultado positivo do programa São Paulo Pra Todos. “Ao oferecer ao turista a chance de fazer uma parada, damos a ele tempo para conhecer a cidade e até visitar outros destinos”, observa Lummertz. “Isso pode estimular ainda mais o turismo paulista, que já cresceu 7,7% no primeiro semestre e mais de 10% apenas em setembro”, acrescenta.

Já Jerome Cadier, CEO da Latam, destaca a boa opção que o cliente da companhia aérea ganha com o stopover. “Nossa malha aérea permite ao passageiro usufruir de uma ampla conectividade em voos internacionais e nacionais. Somos a única companhia que permite ao passageiro conectar-se, por exemplo, de Bauru a Tel Aviv com parada para conhecer os vários atrativos da capital”, finaliza Cadier.

(*) Crédito das fotos: Divulgação/Governo do estado de São Paulo

Comentários