';

"Bem-vindos ao nosso novo portal! "

Peter Kutuchian
Founder & CEO
Cursos
icone de um computador com um LMS (learn management system)
Confira nossos cursos

“Experiência ainda na formação pode determinar uma carreira”, pondera Felipe Ramos

Por Filip Calixto 31 de janeiro de 2019

Felipe RamosRamos optou pela hotelaria ainda no ensino médio

Há um paradoxo já clássico na transição entre a vida universitária e o mercado de trabalho. Experiência, oportunidade e como ter as duas coisas são a essência desse dilema que não passa ao largo quando o assunto é hotelaria. Entretanto, para quem já concluiu a transição, o cenário parece mais claro. "Adquirir experiência prática ainda no período de formação teórica é o que pode garantir uma boa carreira". A opinião é de Felipe Ramos, que há dois anos formou-se em Tecnologia em Hotelaria no Senac-SP e, agora, participa do processo de trainee para gerência dentro da Atrio Hotel Management

No raciocínio endossado pela recente vivência do tema, Ramos afirma que o ideal é viver, simultaneamente, as duas experiências: prática e teórica. De acordo com ele, essa é a chave para a evolução no ramo. No caso dele, o esforço para essa união de fatores começou ainda no ensino médio. Em 2013, quando cursou o terceiro colegial no Canadá, fez uma disciplina que orientou sua escolha profissional. "Nesse momento escolhi uma espécie de curso técnico já encaminhando para a profissão que escolhi", lembra.

De volta ao Brasil, começou a trabalhar como recepcionista bilíngue do Hotel Higienópolis, na capital paulista, ingressando a seguir na universidade. Optou pela formação no Centro Universitário Senac em Águas de São Pedro (SP), perto de sua cidade natal, Rio Claro. E, dessa maneira, conseguiu unir escola e trabalho.

Mais tarde, nas férias de verão de 2015, fez um estágio em um hostel no balneário Reñaca, em Valparaíso, no Chile, por três meses. No período, além de aprender sobre o funcionamento do empreendimento, enfrentou suas primeiras situações de emergência como hoteleiro, conforme relata. Outra vez em solo nacional, participou do Desafio Senac: Alunos no Comando, quando estudantes assumem a operação do hotel, e entrou para o time Atrio.

Felipe Ramos na Atrio Hotel Management

Ramos está desde 2016 na companhia. Começou como gerente de Reservas no Mercure Ginásio do Ibirapuera e, logo depois, foi à área Comercial da rede. 

No início deste ano, ingressou no Programa Gerencial da empresa, onde, por um ano, vai aprender muito para chegar à gerência geral de uma das unidades geridas pela rede. Na primeira etapa do programa, acompanhará a reforma do Arco Hotel Franca, em Franca (SP), que será transformado em ibis Styles. "É uma oportunidade muito valiosa e empolgante. Espero aproveitar ao máximo", comenta. 

(*) Crédito da foto: arquivo pessoal