';

"Bem-vindos ao nosso novo portal! "

Peter Kutuchian
Founder & CEO
Cursos
icone de um computador com um LMS (learn management system)
Confira nossos cursos

Gol retoma operações em 3 bases regionais e anuncia novas rotas

Por Redação 5 de agosto de 2020

gol- retomadaOperações da Gol seguem os padrões de segurança recomendados por autoridades

Com a retomada do turismo, as companhias aéreas iniciam também sua volta, a exemplo da Voepass e Azul. Com a chegada de agosto, a Gol Linhas Aéreas anuncia o retorno de mais três bases regionais, chegando a 90% dos seus destinos na malha doméstica. Os novos voos entram em operação ao longo deste mês em diferentes regiões do Brasil.

"Estamos em constante aprimoramento da nossa malha e a experiência dos Clientes, com uma operação sustentável sempre de acordo com o modelo de negócios flexível e de baixo custo da Gol. Isso mantém a confiança e reforça o trabalho com a Segurança para os brasileiros que precisam e escolherem voar conosco", diz Rafael Araújo, diretor de planejamento de malhas da companhia.

Voltam para a malha da empresa os destinos de Campina Grande (PB) para Guarulhos, Marabá (PA) para Brasília e Montes Claros (MG) para Guarulhos. As passagens de todos os voos já estão disponíveis para compra.

Outros destinos regionais no Centro-Oeste e Nordeste ganham atenção na nova configuração da malha. Comercializadas pela Gol e operadas pela parceira Voepass, as novas rotas ligam Brasília a Uberlândia (MG), Sorriso(MT) e Rondonópolis (MT). Paralelamente, Salvador passa a se conectar com Aracaju (SE), Barreiras (BA), Ilhéus (BA), Maceió (AL), Petrolina (PE), Porto Seguro (BA) e Vitória da Conquista (BA).

Outra mudança que chega junto ao mês de agosto é a transferência de voos do aeroporto de Congonhas, para o internacional de Guarulhos, em São Paulo. Devido às obras na pista principal, a mudança ocorre no período de um mês, com validade a partir de hoje (5). Com isso, operações com destinos para Brasília, Confins, Porto Alegre, Recife, Santos Dumont e Salvador passam a ter mais frequências no Aeroporto Internacional de Guarulhos.

Cresce ainda a parceira Air France-KLM, que seguirá expandindo a sua presença no Brasil em setembro e outubro. Entre 7 de setembro e 25 de outubro, a KLM seguirá com operação diária em São Paulo (GRU) e quatro vezes por semana ao Rio de Janeiro (GIG) durante o período. A Air France começa voando cinco vezes por semana para São Paulo (GRU) e quatro vezes por semana para o Rio de Janeiro (GIG), e então evolui para um voo diário em São Paulo (GRU) e cinco vezes por semana para o Rio de Janeiro (GIG). 

A aérea francesa planeja o retorno das operações para Fortaleza a partir de 10 de outubro e então seguirá com operação três vezes por semana. No total, as companhias combinarão uma operação de 26 voos por semana entre a Europa e o Brasil, que representa 59% do que o grupo costumava voar semanalmente para o país.

Mundialmente, as companhias aumentarão a oferta, com planos para que, até o fim de outubro, a aérea francesa chegue a 170 destinos ou 85% de sua malha aérea habitual. Enquanto a KLM chegará em mais de 150, o equivalente a 90% do que voava no mês referente. As companhias optaram por expandir o número de destinos primeiro, para que os clientes tenham a maior escolha possível. O próximo passo é aumentar as frequências ou a capacidade implantando aeronaves maiores em determinadas rotas.

Gol: medidas de segurança 

Para o retorno, a Gol reforça os procedimentos regulares, além de seguir os padrões de sanitização da aviação civil estabelecidos pelos órgãos responsáveis. Alinhados ainda com as recomendações da OACI (Organização da Aviação Civil Internacional), OMS (Organização Mundial da Saúde), IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo), Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Além disso, o padrão de segurança operacional da Gol possui certificação IOSA (IATA Operational Safety Audity). O programa de auditoria internacional é responsável por avaliar e mensurar os sistemas de gerenciamento e de controle operacional das companhias aéreas.

Medidas como uso de máscaras por todos os clientes nos voos em operação já foram implementadas. Além de  padrões adicionais de limpeza e higienização dos aviões durante as paradas em solo e pernoites. Luvas e máscaras já vinham sendo distribuídas aos colaboradores de ar e solo, além de a companhia deixar à disposição álcool em gel para todos.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Gol Linhas Aéreas