';
Laghetto Hotéis - Diego Cáceres e Cristiane Mors

"Bem-vindos ao nosso novo portal! "

Peter Kutuchian
Founder & CEO
Cursos
icone de um computador com um LMS (learn management system)
Confira nossos cursos

Laghetto Hotéis à espera do Natal Luz

Por Vinicius Medeiros 13 de outubro de 2020

Embora os índices de ocupação ainda sejam mais baixos do que padrões históricos, a hotelaria de lazer segue sua retomada. Na Serra Gaúcha, Gramado (RS) vem enchendo de turistas todos os finais de semana. Quem anda pelas ruas fica com a sensação de que, sem limitação de capacidade, hotéis estariam ainda mais cheios.

“A demanda, de fato, está positiva. No entanto, ela é de quinta-feira a domingo”, admite Diego Cáceres, diretor executivo da Laghetto Hotéis. Principal operadora hoteleira local, com 10 unidade na cidade, a rede gaúcha vem enfrentando os mesmos desafios dos resorts de lazer. “As operadoras estão voltando a vender, o que nos deixa otimistas. Nos dias de semana, a ocupação vem rondando na casa de 25% a 30%”, completa Cristiane Mörs, diretora de Vendas.

Além da retomada operadoras, em especial a CVC, o Natal Luz marca a alta temporada em Gramado – e o evento já está aí. A prefeitura já começou a decoração da cidade e a programação, mesmo reduzida em relação aos anos anteriores, certamente atrairá público. O tradicional show de Natal, contudo, ainda não foi confirmado. Apesar disso, uma coisa é certa: o visitante da cidade gaúcha não ficará parado.

“A preocupação do MP (Ministério Público) é em cima dos eventos fechados para evitar aglomeração. A cidade estará pronta e decorada como todos os anos. Nós, por exemplo, vamos fazer normalmente as ações ligadas ao Natal Luz nos nossos hotéis”, afirma Cáceres. “Na verdade, vamos investir ainda mais este ano para encantar os hóspedes”, completa.

Cristiane concorda com a análise citada no início do texto: sem limitações de capacidade, hotéis estariam ainda mais cheios. “Todo trade vem se unindo e negociando com as autoridades para que a capacidade seja ampliada”, explica. “Estamos indo com parcimônia, dançando conforme a música. Isso porque as taxas de contágio infelizmente estão subindo”, destaca Cáceres.

Laghetto Hotéis: novo A&B

Como todas as redes hoteleiras do mercado, a Laghetto fez ajustes para adequar a operação ao novo volume de demanda. Uma delas é na área de A&B (Alimentos & Bebidas), entregue a empresas parcerias. “Era um movimento que já ensaiávamos, mas que a pandemia acelerou. Nosso business é hospedagem e resolvemos focar no que fazemos melhor”, conta Cáceres. “A crise nos fez analisar a fundo nossa operação. O A&B tem uma folha de pagamento grande. Fizemos um teste em uma de nossas unidades e funcionou bem, com boa sinergia com a empresa parceira. Daí resolvemos estender para os demais hotéis, com grande economia de pessoal e insumos.”

Já Cristiane destaca questões comportamentais e concorrenciais. “Há muito bons restaurantes na cidade. Mais ainda, o turista de Gramado gosta de experimentar essas opções gastronômicas. No entanto, tivemos cuidado na escolha dos parceiros, até para garantir a qualidade do café da manhã, que é uma de nossas marcas”, explica. “Mantivemos a operação do A&B em duas unidades: Pedras Altas e Siena. São nossos maiores hotéis em Gramado e, até em função do tamanho, teríamos repassas grandes de café da manhã, então não fazia sentido”, finaliza Cáceres.

(*) Crédito da foto: Vinicius Medeiros/Hotelier News