';
CVC - dados de vendas_capa

"Novas fases, muitas mudanças e novidades para vocês!"

Vinicius Medeiros
Editor-Chefe
Cursos
icone de um computador com um LMS (learn management system)
Confira nossos cursos

Mesmo em expansão, vendas da CVC estão 60% abaixo de 2019

Por Vinicius Medeiros 24 de setembro de 2020

Em comunicado divulgado hoje (24), a CVC informou que as vendas vêm subindo desde o início de julho. Segundo a empresa, o volume comercializado de abril a junho foi próximo a zero, mas já se vê retomada. Na primeira quinzena de setembro, por exemplo, a receita chegou a quase 40% do montante negociado em igual período de 2019, informa a Reuters.

Enviado à CVM (Comissão de Valores Mobiliários), o documento ressalta a alta nas vendas de lazer doméstico. De acordo com a operadora, o volume vendido no segmento atingiu 45% do total comercializado um ano antes. “Orçamentos solicitados pelos clientes do segmento lazer atingiram nas últimas semanas 85% do volume do mesmo período do ano anterior”, diz a nota.

Para efeito de comparação, as vendas totais de junho representaram apenas 8% do volume reservado, na comparação anual. Em setembro, até a última semana, o indicador está em aproximadamente 35%, sendo 45% no segmento lazer. Vale destacar que, pouco antes da pandemia, a operadora trocou de presidente e relatou problemas em balanços anteriores.

CVC e o caixa

A empresa também passou informações sobre sua saúde financeira. Segundo a companhia, gastos recorrentes com folha de pagamento, impostos, investimentos e juros da dívida somaram R$ 52 milhões mensais no segundo trimestre. Os números, diz o comunicado, não estão auditados.

“Vale ressaltar, ainda, que a maior parcela do endividamento da companhia tem vencimento a médio e longo prazos”, comunicou a empresa. Segundo a CVC, de um endividamento total de R$ 2 bilhões, R$ 600 milhões vencem em novembro de 2020. A companhia também informou que está avaliando alternativas de captação ou rolagem da dívida com credores.

Por fim, de acordo com a CVC, o saldo de caixa e equivalentes de caixa, em 22 de setembro de 2020, somava aproximadamente R$ 1,5 bilhão. Novamente, essas informações não são auditadas.

(*) Crédito da capa: Divulgação/CVC Corp