A experiência nacional e internacional em RM de Rafael Toledo

rafael toledo- lobbyToledo tem experiência no mercado internacional no Peru, China e Nova Zelândia

Atual Revenue Project Manager da Accor South America, Rafael Toledo encontrou no RM sua paixão. O profissional, formado em Hotelaria pela Anhembi Morumbi e pós-graduado em Gestão de Hotelaria de Luxo pela URM (Faculdade Roberto Miranda), começou sua trajetória na mesma rede em que trabalha hoje, mas no cargo de gerente de Contas.

“Descobri o RM e gostei bastante, mas na época não tinha cursos especializados na área. Tive que aprender tudo na prática, com as pessoas que já atuavam no setor e com o apoio de livros. Foi difícil, mas consegui absorver o conceito”, relembra.

Quando o cargo de RM foi implementado na rede francesa, Toledo fez treinamentos com conceitos e princípios das práticas aplicadas para gestão de receita e estratégias. Em seguida, mudou-se para Lima, no Peru, para atuar em um Novotel. “Lá percebi como fora do Brasil as análises são mais avançadas. Consegui ter uma boa experiência e sair de lá com muita bagagem”, afirma.

De volta ao Brasil, o profissional atuou na Hotelaria Brasil, onde ajudou a configurar os sistemas de RM e organizar as práticas na empresa. Na Nova Zelândia, Toledo trabalhou em quatro empreendimentos da Accor: um Novotel, um Mercure, um ibis e um ibis Styles. “Aprendi a trabalhar de um jeito diferente, pois o nível de exigência era muito maior. Os hotéis são bem focado em negócios, as decisões são tomadas baseadas e resultados e custos. Aqui os empreendimentos pensam mais na operação”, compara.
 
Já no mercado chinês, o executivo atuou um ano em Xangai, desta vez na Hilton. Em uma rede diferente, Toledo afirma que as empresas têm jeitos bem distintos de lidar com o RM. “O setor não ficava dentro dos hotéis e eram todos centralizados. Na China, tudo é em grandes proporções. O ritmo é forte e a visão de negócio é competitiva”. 
 
Com o desejo de empreender, o profissional retornou ao Brasil para abrir sua própria empresa. “Queria ter essa experiência, pensar como dono e sentir na prática as tomadas de decisões”. Então, em 2015 nasceu a Hunting 5, companhia que oferece competições de arco e flecha entre equipes para adultos e crianças, com foco nos segmentos de lazer e mercado corporativo. “Sigo tocando a empresa em paralelo ao meu trabalho na hotelaria”.
 
Contratado pela GJP Hotels & Resorts como gerente de RM, Toledo implementou os processos de precificação e ajudou a consolidar a área no grupo. “Queria me aprofundar mais a nível de desenvolvimento e fiquei na empresa por um ano até voltar para a Accor em 2018”.

Rafael Toledo: Escola para Resultados

O mais novo desafio do profissional é ministrar o curso Revenue Management na Prática para os alunos da Escola para Resultados. Durante as aulas, ele abordará conceitos como análises mercadológicas, reposicionamento de marca, estratégias de precificação e acompanhamento da concorrência. Tudo isso aliado à práticas, material de apoio e exemplos de cases reais do mercado.

O curso acontece nos dias 6 e 7 de dezembro, no WTC Events Center, em São Paulo. As turmas têm capacidade para até 25 alunos e as inscrições podem ser feitas através do link.

(*) Crédito da foto: Arquivo pessoal

 

Comentários