ABIH Nacional contrata assessoria parlamentar

ABIH Nacional - consultoria parlamentarBittar e Linhares já tiveram reunião com o senador Randolfe Rodrigues

A ABIH Nacional anunciou hoje (26) que contratou os serviços da Pacto Consultoria, especializada em relações governamentais. O objetivo é fazer um acompanhamento mais próximo, no Congresso e no Poder Executivo, de projetos ligados ao turismo e hotelaria. Recentemente, um tema de interesse do setor, a cobrança de Ecad, teve reviravolta.

“Garantir a atuação do empresariado do setor vai além das questões administrativas de mercado. Por isso, o acompanhamento sistemático da atuação de deputados e senadores é essencial para buscarmos leis que tragam segurança jurídica para o nosso trabalho”, explica Manoel Linhares, presidente da ABIH Nacional.

Walter Bittar, sócio-diretor da Pacto Consultoria, é quem acompanhará de pertos as pautas do setor em Brasília. Segundo o profissional, as metas principais do trabalho serão mostrar as potencialidades da hotelaria, além de destacar junto às autoridades os benefícios de curto, médio e longo prazo que o setor do turismo pode trazer para a economia do país.

“Acompanhamos diariamente o trabalho do poder público, em especial do legislativo e executivo, para buscarmos defender os interesses do setor do turismo na atualização e criação de leis que possam incentivar a expansão da economia no país”, comenta Bittar.

ABIH Nacional: maior proximidade

Linhares acredita que, com o apoio da Pacto Consultoria, a entidade passa a atuar com mais força com os parlamentares e ministros do país. Mais ainda, a associação inaugura uma nova fase ao ampliar sua atuação na defesa dos interesses da hotelaria em todas as esferas. 

“O trabalho já começou. Na última terça-feira (25), fui a Brasília, a convite do senador Randolfe Rodrigues, relator do PL 1.829/2019, que trata da Lei Geral do Turismo, para conversarmos e apresentar o posicionamento da indústria, entre eles a questão da suspensão da cobrança de Ecad nos quartos de hotéis”, finaliza.

(*) Crédito da foto: Divulgação/ABIH Nacional

Comentários