ABIH-RJ prevê 50% de ocupação no Feriado da Independência no Rio

ABIH-RJ - ocupação 7 de setembroRegião do Leblon/Ipanema deve ter o melhor desempenho

Ainda em busca de recuperação, a hotelaria fluminense se movimenta para retomar os patamares pré-crise. Para o feriado da Independência, a expectativa é de ocupação média de 50% na capital e de 77,5% no interior. Os números são da ABIH-RJ (Associação da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro).

Na capital, embora o percentual estimado não seja elevado, é superior ao atingido em 2017. No ano passado, a ocupação média no Rio foi de 45%, 11% a menos do que o previsto agora. “Este incremento tem influência de uma série de fatores, como por exemplo, o dólar alto, que desestimula as viagens para fora, inclusive América do Sul”, avalia Alfredo Lopes, presidente da ABIH-RJ e do SindHotéis (Sindicato de Hotéis e Meios de Hospedagens do Município do Rio de Janeiro).

Lopes destaca ainda outros fatores que levam a essa estimativa mais positiva. “Os valores mais competitivos dos hotéis do Rio e uma melhora na sensação de segurança por parte dos turistas, motivado pela intervenção também influenciam“, acrescenta.

ABIH-RJ: análise regional

Segundo a entidade, a região de Leblon/Ipanema, com 74%, tem a melhor projeção de ocupação na capital fluminense neste feriado. Na sequência aparecem Leme/Copacabana (62%); Barra da Tijuca/São Conrado (54%); Flamengo/Botafogo (38%) e Centro (22%). Esses mesmos bairros tiveram os seguintes desempenhos em 2017 (na mesma ordem): 61%, 58%, 35%, 48% e 22%, respectivamente.  

No interior também há expectativa de avanço em relação ao ano passado. Em 2017, os hotéis das demais cidades fluminenses tiveram 69,76% dos quartos ocupados. O resultado é 11,2% inferior à estimativa para o feriado desse ano, informa a ABIH-RJ. Em 2018, Penedo, Piraí e Cantagalo (100%); Paraty (90%) e Petrópolis (82%) devem registrar os melhores desempenhos.

(*) Crédito da foto: Heibe/Pixabay

Comentários