Abrindo sua sede, Oracle Hospitality apresenta ferramentas para o setor

Oracle HospitalityEncontro aconteceu na sede da empresa, em São Paulo

No andar térreo de sua sede, em São Paulo, a Oracle recebeu hoteleiros de todo o Brasil para apresentar algumas soluções dedicadas ao mercado de hospedagem. O encontro aconteceu hoje (8) e trouxe  informações sobre tecnologias que a empresa está começando a oferecer no mercado nacional. A ocasião dá sequência a uma série de atividades que a companhia começou a realizar no final de março.

Tanto os eventos anteriores, como o mais recente, dão vazão a um plano estratégico da empresa: aumentar sua presença no Brasil. Nessa intenção, o segmento da hotelaria independente aparece como alvo preferencial. Foram eles, aliás, grande parte da plateia de hoje, na capital paulista.

No decorrer das atividades, o destaque do dia ficou por conta da apresentação da aplicação Web Check-in, que começa a operar no Brasil com um hotel piloto no próximo mês. A unidade escolhida para a estreia foi o Bourbon Ibirapuera, na capital paulista. 

Sami Bin, diretor da MyCheck no Brasil e um dos desenvolvedores da ferramenta, fez uma simulação do funcionamento da tecnologia. O programador ficou responsável por simular a dinâmica de utilização e esclarecer eventuais dúvidas dos hoteleiros convidados.

"O sistema funciona basicamente como um link, que pode estar no site do hotel ou pode ser enviado por email antes da chegada do cliente", enfatiza. Com as informações preenchidas e a ida confirmada, o hóspede tem o único trabalho de retirar a chave na recepção. "É possível ainda, pelo mesmo meio, controlar o consumo durante a estadia. A ideia é facilitar a experiência desse hóspede", resume Amy Secches, diretora da divisão de Hospitality da Oracle.

Vinda do Rio de Janeiro, Lia Coutinho, gerente de Vendas e Marketing do LSH Hotel, classifica o check-in antecipado como recurso necessário. "Acho interessante porque, na hotelaria que fazemos hoje, dependemos cada vez mais de facilidades e mobilidade, como esse produto oferece", pontua. De acordo com a gerente, há muita demanda e interesse por recursos assim. 

Oracle Hospitality: mais tecnologias

Além da apresentação do Web Check-in, o evento trouxe mais executivos Oracle trazendo funcionalidades para hotéis. Danilo Pardo explicou os detalhes do Hotel Mobile, que é um cardápio de aplicações para facilitar a operação hoteleira. 

No caso da ferramenta apresentada por Pardo, o benefício é todo do hotel, que ganha uma ferramenta para melhorar controle de trabalho interno. "É um sistema para descomplicar a rotina do hoteleiro. Isso é o que queremos", resume. 

O Hotel Mobile é uma ferramenta nativa do hardware oferecido pela Oracle, todo em português e com interface uniforme entre as telas de navegação. Com ele, principalmente trabalhos de governança e manutenção, que costumam ter menor monitoramento de qualidade, podem ganhar mais atenção.

A tecnologia chatbot foi outro assunto na reunião. Alberto Cardoso explicou como funciona a inteligência artificial que sustenta a modalidade de atendimento. A plataforma da empresa conta com um repertório próprio e permite que o hotel inclua tipos de perguntas mais frequentes, bem como vocabulário específico.

Sobrou espaço ainda para Wendel Moreira falar sobre automação de vendas e marketing, Anderson Freitas esclarecer dúvidas sobre produtos hardware e Bernardo Pires explicar mecanismos de distribuição.

(*) Crédito da foto: Filip Calixto/Hôtelier News

Comentários