Accor fecha parceria entre programas de fidelidade com a Azul

Accor- parceriaBicudo e Gordiano durante apresentação da parceria

O programa de fidelidade da Accor, o Le Club AccorHotels, anunciou ontem (7), parceria com a Azul Linhas Aéreas. O TudoAzul, junto com a iniciativa da rede francesa irão proporcionar benefícios de ambas as empresas aos clientes a partir da semana que vem.

Em comemoração, os associados poderão desfrutar de uma condição especial: clientes TudoAzul poderão trocar 2500 pontos por 1000 Reward do programa de fidelidade da Accor até o dia 31 de maio. A partir de junho, a conversão passará de 3000 pontos da companhia equivalendo a 1000 pontos Accor. Em contrapartida, os clientes Le Club poderão transferir 2000 pontos por 1000 Azul para completarem suas viagens resgatando passagens aéreas.

“Os principais clientes da Accor poderão distribuir seus pontos para a Azul. A ideia é uma parceria que atende a todas as demandas”, afirma Daniel Bicudo, diretor da TudoAzul. “Temos a mesma proposta em criar experiências aos hóspedes e colocar os benefícios tanto de uma empresa quanto da outra”, ressalta.

Ambas com quatro categorias de serviços e produtos, as empresas oferecem benefícios específicos como welcome drink, personalização da hospedagem e upgrade do quarto. “Para a Azul, esse trabalho entende que esse cliente proporciona elementos básicos que podemos considerar benefícios”, afirma Bicudo. “A parceria do loyalty é uma experiência e não um negócio”, salienta Flavio Gordiano, diretor de Loyalty e CRM da América do Sul da Accor.

Accor: benefícios

De acordo com Gordiano, ambas as empresas não estão preocupadas com conversões, mas sim com experiências. “Temos ofertas de ingressos de shows, camarotes na Sapucaí entre outros. Não queremos trabalhar com descontos, em alguns anos o cliente esquece isso. A experiência é pra sempre”, reforça.

Em fevereiro, a Accor anunciou o rebranding do Le Club. Agora conhecido como ALL (AccorLive Limitless), o programa de fidelidade a partir de julho será o novo patrocinador do Paris Saint-Germain, na França. 

(*) Crédito da foto: Nayara Matteis/Hotelier News

Comentários