Accor garante mais recursos para lidar com a pandemia

accor- créditoRede francesa assinou acordos com cinco bancos

Com mais de metade dos hotéis fechados pelo mundo, a Accor anunciou uma linha de crédito bancário adicional. A empresa firmou um acordo de consórcio com cinco bancos para uma nova RCF (Facilidade de Crédito Rotativo) de € 560 milhões.

À medida que o número de abertura aumenta ao redor do globo, cresce um otimismo voltado para o setor. Segundo o RevPAR, há sinais de recuperação na China, e o número de hotéis abertos no mundo aumenta todos os dias na Ásia e na Europa, principalmente na Alemanha.

Desde abril, a Accor reabriu 250 hotéis e atualmente opera com 42% da rede. As unidades na França renovam as esperanças, devido ao relaxamento do bloqueio. E as medidas anunciadas pelo governo para apoiar o turismo no país também são elementos favoráveis.

O grupo hoje vê sinais iniciais de recuperação dos negócios e reforça a posição de liquidez com mais de € 4 bilhões. Ao longo de 40 meses nas atuais condições de mercado, o grupo ainda garante € 2,5 bilhões em caixa disponível no final de março de 2020.  Além de um RCF de €1,2 bilhão assinado em julho de 2018 e não utilizado e € 0,56 bilhões do novo RCF, também não utilizado. 

O novo acordo assinado, tem prazo de 12 meses, com duas opções de extensão de seis meses definidos pela Accor e não tem convênio ou restrição. Os cinco bancos assinantes foram BNP Paribas, Crédit Agricole CIB, Crédit Industriel et Commercial, Natixis e Société Générale.

Accor: plano de  caixa

Ainda que otimista com sinais de melhora, a empresa organiza um plano de contingência decorrente do cenário de crise. Para reduzir os impactos, o grupo aderiu algumas medidas como a suspensão de programas de recompra de ações e retirada do dividendo referente a 2019.

Medidas de economia também foram implementadas no final de março, além de redução de investimentos recorrentes e da suspensão de transações de crescimento externo.

(*) Crédito da foto: stevepb/Pixabay

Comentários