Adit Share: estudo projeta VGV de R$ 22,3 bi no setor de multipropriedade

De Foz do Iguaçu, Paraná*

Adit Share - estudo caio calfat_Alexandre MotaMota: oferta de quartos no segmento mantém expansão moderada

Logo após a cerimônia de abertura, a Adit Share prosseguiu com palestra de Alexandre Mota, diretor da Caio Calfat Real Estate Consulting. O executivo subiu ao palco para divulgar o estudo Cenário do Desenvolvimento de Multipropriedades no Brasil 2019. Entre as conclusões, o levantamento prevê um VGV (Valor Geral de Vendas) de R$ 22,3 bilhões para este ano no setor, com 432 mil frações comercializadas.

Especializada em planejamento e desenvolvimento imobiliário, urbano e hoteleiro, a Caio Calfat Real Estate Consulting apresentou o mesmo estudo na 6ª edição do Adit Share. Em 2018, a consultoria estimava em R$ 16 bilhões o do VGV naquele ano. O montante de 2019, portanto, representa elevação de 36,8% frente ao ano passado. 

A consultoria também fez uma avaliação ponderada de absorção de R$ 11,5 bilhões no setor, ou 51,52% do mercado total de multipropriedades. O estudo aponta ainda um valor médio de R$ 51 mil para as frações negociadas em 2019, contra R$ 48 mil em 2018 (+6,25%). Já a média de uso seguiu estável frente a 2018, com 2,8 semanas.

Adit Share: estudo faz análise regional

Segundo o estudo, a oferta de empreendimentos de multipropriedade no país subiu de 54 para 92 entre 2017 e 2019, alta de 70,3% no período. No total, serão 46 projetos entregues este ano, havendo ainda outros 34 em construção no país. Já o número de lançamentos previstos chega a 12.

A região Nordeste continua com o maior pipeline no mercado. Na avaliação ano a ano, os estados nordestinos apresentaram crescimento de 47% no número de projetos em lançamento, totalizando 25. Um exemplo é o complexo da Hard Rock, no Ceará. Centro-Oeste (23), Sudeste (21) e Sul (18) vêm a seguir – o Norte tem apenas cinco empreendimentos em desenvolvimento. 

Ainda assim, a oferta de apartamentos no segmento mantém trajetória de expansão moderada, aponta o estudo. Frente a 2018, houve alta de 3,68% no último ano da projeção. Em 2023, a Caio Calfat Real Estate Consulting estima um inventário total de 16,4 apartamentos, dos quais 1.518 serão lançados naquele ano. Para 2018, segundo a consultoria, há 8.636 quartos no setor. 

(*) A reportagem do Hotelier News viaja a convite da Adit Brasil

(**) Crédito das fotos: Juliana Stern/Hotelier News

Comentários