Aeroporto do Guarujá (SP) deve começar a receber voos comerciais no fim do ano

aeroporto do guarujáAo todo, serão investidos cerca de R$ 70 milhões no terminal

Valter Suman (PSB), prefeito de Guarujá (SP), afirmou hoje (4) ao jornal Folha de S.Paulo que o aeroporto da cidade poderá começar a receber voos comerciais até o fim do ano. A declaração foi dada após a desistência do governo de São Paulo de incluir o terminal em seu pacote de concessões. A prefeitura local deseja publicar o edital de licitação já amanhã (5), informou o prefeito.

O plano da gestão de João Doria (PSDB) foi criticado localmente porque atrasaria a viabilização do aeroporto, impossibilitando a oferta de voos comerciais. Caso entrasse no pacote, o terminal teria de passar pela revisão da outorga obtida pela prefeitura no Ministério da Infraestrutura e demandaria novos estudos. “Teremos de 30 a 45 dias de prazo para impugnação. Em 100 dias, conheceremos os vencedores, e, no fim do ano, devemos iniciar as operações”, disse Suman ao periódico. 

Procurada pela reportagem do Hotelier News, a Prefeitura do Guarujá afirmou, em nota, que a abertura do aeródromo significa novas oportunidades para o turismo local. “Com início das operações do aeródromo de Guarujá, espera-se um incremento no número de turistas, tanto na temporada de verão, mas, também, na baixa temporada, uma vez que se abrem novos nichos de exploração, sobretudo no turismo corporativo, com a atração de eventos de grandes grupos empresariais e entidades corporativistas, que muitas vezes se interessam em realizar eventos em Guarujá, considerando o apelo turístico da cidade, mas, muitas vezes, escolhem grandes centros, considerando a logística de transporte”, afirma o município. 

Para Felipe Gonçalves, gerente geral do Comfort Hotel Santos, com o aeroporto, a região poderá utilizar seu potencial para o turismo corporativo. “O funcionamento do aeroporto com certeza seria muito benéfico para as cidades da Baixada. Não só para lazer como para o turismo de negócios, principalmente contando com o interesse das empresas aéreas de conectarem a região com outros estados, como é o caso da Azul. Tenho certeza que nós sentiremos o impacto positivo dessa decisão”, enfatizou.

O Comfort Hotel Santos, administrado pela Atlantica Hotels, é um dos hotéis mais próximos da balsa que liga a cidade de Santos com Guarujá. 

Em abril, a Azul anunciou 200 novos voos partindo da cidade de São Paulo, incluindo rotas regulares para o Guarujá. Além da conexão com a capital paulista, é interesse da empresa lançar voos entre o município litorâneo e cidades como Curitiba, Belo Horizonte e Rio de Janeiro. 

Aeroporto do Guarujá: fases

O projeto será implementado em duas fases. O equipamento definitivo será construído em uma área de 55 mil metros dentro da Base Aérea de Santos. O concessionário terá o prazo de cinco anos para conseguir os licenciamentos ambientais e concluir o terminal de passageiros definitivo, assim como também o pátio de aeronaves. 

Enquanto isso, o aeródromo terá um local provisório. Foi cedida, com prazo determinado de cinco anos, a utilização de outra área para o início das operações. Trata-se de uma local próximo à entrada da Base Aérea, onde será construído um terminal de 700 metros quadrados, reforma e adequação do estacionamento. Haverá ainda um píer para acesso marítimo com Santos.

A licitação, que deve ser publicada amanhã, ocorrerá na modalidade Concorrência Pública. A vencedora será quem propor a maior outorga ao município, sendo valor mínimo de R$ 1 milhão.

Em valores arredondados, os investimentos previstos são de R$ 70 milhões. No primeiro momento, está previsto um investimento de R$ 15 milhões nas melhorias necessárias para o operação do aeroporto. No primeiro ano de atividade, estima-se uma movimentação de 80 mil pessoas.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Prefeitura do Guarujá

Comentários