Amaszonas Línea Aérea anuncia expansão de sua malha aérea em São Paulo

Amaszonas Línea Aérea Nova rota começa a operar dia 11 de junho

Ainda que pareça inoportuno, devido ao momento pelo qual passam as linhas aéreas pelo Brasil e pelo mundo, a Amaszonas Línea Aérea anunciou expansão de sua malha aérea com a nova operação entre Santa Cruz de La Sierra (VVI) e São Paulo (GRU).

Com novos lançamentos no Rio de Janeiro (GIG) e Foz do Iguaçu (IGU), a Amaszonas Línea Aérea agora continua sua expansão. Com foco em viagens mais práticas no ramo corporativos e de lazer, a nova rota começa a operar em 11 de junho, ainda este ano. Operada com os novos Embraer 190 da companhia, as operações terão capacidade para 112 passageiros em configuração 2 x 2 e Classe Econômica. A ação conta ainda com uma parceria da Gol Linhas Aéreas na operação doméstica para que passageiros de outras cidades possam usufruir da operação nas rotas da companhia.

Giancarlo Alcalai, diretor da Amaszonas no Brasil, mostrou-se otimista para a nova resolução: "Estamos contentes em trazer a boa notícia do início de uma nova operação em um momento como este pelo qual a indústria do turismo e da aviação está passando. A nova rota para São Paulo trará em breve mais movimento nos negócios entre o Brasil e a Bolívia e continuaremos trabalhando para seguir com a expansão e o investimento no mercado brasileiro".

Amaszonas Línea Aérea: operações

Com o início da rota em junho, a mesma será operada às terças, quintas, sextas-feiras e domingos, com o voo 430 partindo de Santa Cruz de La Sierra às 12h10 e pousando em São Paulo às 15h55, e o retorno de São Paulo para Santa Cruz de la Sierra (431) às 16h50, pousando na cidade boliviana às 18h50. Já no mês de julho, a operação passa a ter voos diários mantendo os mesmos horários.

Além de seus destinos principais, a nova operação permite ainda conexão com os voos para a Europa, Estados Unidos e Ásia, de acordo com o horário de pouso em GRU. Também é possível realizar conexão com os voos para La Paz, Cochabamba e Sucre, na Bolívia, e Cusco, no Peru, de acordo com o horário de pouso em VVI.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Amaszonas Línea Aérea

Comentários