Ano de 2018 é de adaptações às gerações e mudanças na segurança dos hotéis

Dentre as mudanças que os hotéis devem fazer, está a questão da segurança, uma das principais preocupações dos hóspedes

Cada vez mais as redes hoteleiras estão se preocupando com as necessidades dos hóspedes. Por isso, 2018 tende a ser um ano de significativas mudanças no cenário do setor. As principais alterações irão se concentrar em dois importantes grupos: Baby Boomers e Millennials. As conversões para os pertencentes ao grupo demográfico nascido até o ano de 1964 tende a ser mais perceptível.

Vincent Magnini, especialista em viagens e turismo e professor da Virginia Tech Pamplin College of Business, afirma que os hotéis estão fazendo um grande investimento em salas para grupos de viagens com diversas gerações. Além disso, observa que a geração mais nova (Millennials) se preocupa mais com o meio ambiente, entre outras características. Então, preferem a fatura no email em vez de ter de imprimi-las, caixas de reciclagem nos quartos e projetos adicionais de sustentabilidade.

Exercícios praticados em academias que gerem energia elétrica durante o treino e que voltem para o hotel são algumas práticas que essa geração gosta de interagir. "As pessoas gostam de ver iniciativas ambientais que são ecológicas e notórias. Quanto mais tangíveis forem, mais pessoas podem apreciá-las", diz Magnini.

Mudanças de hábito

Pode se considerar as pesquisas de satisfação como algo do passado, já que os hotéis estão mais atentos a obter as informações que precisam. Em vez de repetidamente chamar ou enviar um e-mail aos visitantes para responder perguntas, os empreendimentos estão procurando interagir em postagens de blog, mídias sociais ou outras plataformas. 

Após a tragédia que ocorreu em Las Vegas em 2017, que resultou na queda de 4% na movimentação turística, também podemos esperar que haja um maior investimento em segurança. Algumas mudanças até óbvias, como suportes para bicicletas, postes metálicos e vasos de concretos situados na frente da propriedade servem de impedimento para que veículos desgovernados entrem ou invadam o prédio. 

Muitas das conversões estão sendo implantadas à medida que os novos hotéis são desenvolvidos e os já existentes são atualizados. Também podemos esperar um melhor treinamento de funcionários para atenderem à ameaças. "Os hotéis estão se tornando mais atualizados com o treinamento de preparação para casos de tiro ativo e com atos de terrorismo, dentro do design do hotel e na colocação de plantadores de concreto na frente da porta", disse Magnini.

(*) Créditos da Foto: Pixabay/geralt

Comentários