Apoiado em experiências, Oswaldo Marchini funda administradora hoteleira

Experiência é alicerce no novo desafio de Marchini

Na festa de inauguração do ibis Tatuí - realizada esta semana - um dos agradecimentos foi direcionado a Oswaldo Marchini. Presente no evento, o hoteleiro de longa data foi lembrado por sua participação no desenvolvimento do projeto. Em parceria com outros dois executivos, é ele quem toca a Safe Hotéis, que surge como nova opção para administração hoteleira no interior de São Paulo. 

No desafio atual, o profissional atua como diretor de Operações. Gabriel Moutran e André Moutran, diretor Comercial e Administrativo, respectivamente, completam a equipe que teve em Tatuí sua primeira parceria bem sucedida. "Participamos do projeto com a Cedros Empreendimentos desde o início. Da escolha do terreno, passando pela construção e agora faremos a gestão operacional", pormenoriza Marchini.

O trabalho da Safe está baseado em replicar esse processo. Segundo afirma o diretor operacional, as parcerias almejadas são hotéis em desenvolvimento. "Um projeto bem pensado, estruturado, reflete na operação e faz a base de um empreendimento enxuto, que funciona bem", pondera. 

Com o êxito em Tatuí, o executivo conta que há mais três em andamento – todos também de marca ibis e no estado de São Paulo. As propriedades de Capão Bonito e Leme abrem no ano que vem. O edifício de Embu das Artes deve ser inaugurado em 2020.

Para falar sobre os projetos em andamento e sobre como deve ser o planejamento de um hotel, o diretor utiliza toda sua experiência. Em 1995 foi ele o profissional que esteve à frente da primeira abertura de hotel com bandeira ibis no país, em Fortaleza. Depois participou de mais implementações em cidades como Manaus, Curitiba, Florianópolis e Salvador.

Oswaldo Marchini: carreira

Marchini esteve na AccorHotels por muitos anos. E, desse período, tirou boa parte da vivência que ainda o ajuda hoje. "As experiências e o que aprendi nessa carreira são capitais fundamentais para desenvolver o trabalho hoje", diz.

Depois de deixar a rede francesa, o executivo passou pela rede Hotel 10, como gerente Operacional. Mais recentemente trabalhou como consultor até a oportunidade com a Safe se materializar. "Nosso foco é sempre estar e agir junto aos investidores, ter a operação bem focada e gerar melhores resultados", resume. 

(*) Crédito da foto: Peter Kutuchian/Hotelier News

Comentários