Aviação: governo estuda quebrar monopólio na venda de QAV

Aviação: governo estuda quebrar monopólio na venda de QAVIdeia é abrir o mercado de refino da querosene de aviação no país

O governo federal estuda como quebrar o monopóio da Petrobras na venda da querosene de aviação (QAV). Esta seria uma medida para reduzir os custos de operação das empresas aéreas. A ideia é atrair as companhias estrangeiras, ampliando as rotas e reduzindo os preços das passagens.

Outra medida já divulgada por Tarcísio Gomes de Freitas, ministro da Infraestrutura, é de extinguir a taxa adicional nas tarifas internacionais. Essa ação incentivaria a aviação e permitiria a entrada de novas empresas no setor.

Aviação: custo de combustível chega a 30% do total

Em matéria do jornal Folha de S.Paulo, a Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas) calcula que o custo o combustível chega a até 30% dos gastos totais de uma empresa. Comparando com os gastos no exterior, essa proporção chega a 22%. Vale destar que alguns estados, entre eles São Paulo, promoveram redução da alíquota do combustível, atraindo mais e novos rotas.

A tendência é que seja promovida uma abertura no mercado de produção e refino de QAV em vez de controle dos preços. 

(*) Crédito da foto: Michael Gaida/Pixabay

Comentários