Aviesp 2019: feira apresentou 7% de incremento de público em relação ao ano passado

Aviestur 2019Marcos Lucas, presidente da Aviesp, entre Marcelo Neder Gatti, VP Executivo, e Sebastião Pereira, VP Financeiro

Em coletiva de imprensa realizada hoje (26), a organização da Aviesp 2019 divulgou o balanço dos dois dias de feira, aberta ontem (25). O evento que reuniu players do mercado de turismo registrou 3,8 mil visitantes, o que representa crescimento de 7% de público em comparação a edição de 2018. 

Já o número de estandes subiu 49%, num total de 110 expositores. “Mesmo estando em Águas de Lindóia, o que dificulta o bate e volta, a hospedagem, nós entendemos que esse apelo de voltarmos às origens funcionou muito bem”, afirma Marcos Lucas, presidente da Aviesp. “Em termos de resultado, vimos muitos expositores contentes com a movimentação nos corredores”, comenta. 

Outro destaque deste ano foi a presença de donos de agências e público qualificado. As arenas de capacitação organizadas pela Braztoa e Mondia também apresentaram frequências satisfatórias nos auditórios. 

Para encerrar o evento, a Oktoberfest patrocina a entrega do Prêmio Top Aviesp. Este ano, a votação foi aberta a todos os profissionais do trade, não apenas associados com o intuito de dar maior legitimidade ao resultado. 

Aviesp 2019: 42ª edição

Ainda sem data exata definida, a Aviesp 2020 já começa a ser desenhada. Segundo Lucas, agentes e expositores demonstraram preferência por manter o evento em Águas de Lindóia. “Estamos negociando a disponibilidade do Hotel Monte Real e a prefeitura já sinalizou interesse da permanência”, afirma Lucas. Entretanto, a diretoria da feira garante que não deixará de analisar outras propostas. 

Outra possível mudança será a volta da ação para sexta e sábado. De acordo com o presidente, essa é uma demanda proveniente dos próprios expositores. “Provavelmente caminharemos nessa linha de atuação em 2020”, conta. “Precisamos levar muitos fatores em consideração antes de escolher uma cidade-sede”. 

(*) Crédito da foto: Peter Kutuchian/Hotelier News

Comentários