Barceló Hotel Group promove estratégia multi-marcas e anuncia crescimento

O Barceló Hotel Group - companhia hoteleira presente em mais de 20 países, anunciou hoje (15), em coquetel realizado no Buffet França, na região central de São Paulo, a aquisição da Occidental Hotels & Resorts. A partir de agora, as bandeiras Allegro Hotels & Resorts, Occidental Hotels & Resorts e Royal Hideway passam a integrar o Grupo espanhol, que se torna com a nova estratégia, uma companhia multi-marcas.

"A Barceló mudou a sua marca. Passamos de uma companhia mono-marca (todos os hotéis eram Barceló) para uma companhia multi-marca. Com a compra da Occidental, realizada há dois anos, vieram as marcas Royal Hideway, Allegro e a própria Occidental. Decidimos então formar um grupo hoteleiro, trabalhando quatro marcas diferenciadas de hotéis e que cada uma trouxesse uma experiência diferente para o hóspede", explica Fernando Gutierrez, diretor comercial da Barceló Hotel Group para a América do Sul.

De acordo com o executivo, a companhia dividiu as marcas de acordo com os seus conceitos originais, de forma que atenda as diferentes necessidades dos hóspedes. "Nós classificamos esses hotéis como: Royal Hideway, para o público VIP, com grande poder aquisitivo. Não teremos muitos hotéis dessa marca, a ideia é que compreendam cerca de 7% do portfólio da rede; Barceló Hotels & Resorts para os grandes resorts que temos na Riviera Maya, Punta Cana e para os hotéis emblemáticos e em países onde a Barceló ainda não tinha presença, como Aruba; Occidental são hotéis menores, onde o hóspede se sente muito próximo da equipe e onde esta se antecipa às suas necessidades; e Allegro, com conceito mais alegre, para o público jovem, inclusive com tarifas que se adequem a sua realidade".

O investimento feito pela Barceló na renovação dos empreendimentos da Occidental é de aproximadamente US$ 120 milhões, segundo Gutierrez. "Quando compramos a Occidental, ela era formada de 12 empreendimentos. Depois, um saiu da gestão e outro foi vendido. A Barceló então comprou um empreendimento em El Salvador e arrendou outro no Panamá. Nosso portfólio é de 109 hotéis em 20 países", explica o executivo.

Projetos para o futuro

"Teremos um crescimento forte em quantidade de propriedades sobretudo na Europa e nas Canárias. Também intencionamos a consolidação total no México onde somos a primeira companhia espanhola em quantidade de hotéis no país. Também queremos modificar nosso mix de hotéis. Somos conhecidos pelo lazer, mas queremos a consolidação de nossos hotéis urbanos. Para o ano que vem nossa intenção é o crescimento de dois dígitos (acima de 10%) em vendas e em quantidade de hotéis", revela.

"Não gostamos de falar de estrelas porque consideramos este conceito muito antigo. Um arquiteto pode desenhar um empreendimento já sabendo que será cinco estrelas, mas não sabe como será os seus serviços, como ele vai desempenhar frente ao hóspede. O que nós queremos mostrar são as experiências", afirma o diretor.

E no Brasil?
"Não descartamos nada. Já tivemos hotéis no Brasil há muitos anos, mas a curto prazo queremos focar no México e ilhas do Caribe. Mas não descartamos nada até porque se trata de um mercado importantíssimo para a companhia", finaliza Gutierrez.

O plano gradual de implementação de marcas deve se desenvolver nos próximos meses. Conforme o portfólio atual, os hotéis estão divididos da seguinte maneira: 40% Barceló Hotel Group, 40% Occidentel Hotels, 7% Royal Hideway e 5% Allegro Hotels & Resorts.

Serviço
barcelo.com

*Crédito da foto de capa:  Fernando Gutierrez, diretor comercial da Barceló Hotel Group para América do Sul e Ângela Martinez, diretora de Vendas no Brasil/Hôtelier News/Hugo Massahiro Okada

Comentários