BNT Mercosul: Turismo de Santa Catarina fecha primeiro trimestre com alta de 3,1% na chegada de viajantes

Tufi Micherffi Neto - Santa CatarinaNeto está à frente da secretaria desde abril

Estado sede de mais edição da BNT Mercosul no último final de semana, Santa Catarina parece dar atenção especial so turismo. O representante da atividade no estado, Tufi Micherffi Neto, secretário empossado no último mês, garante cuidado do governo estadual com o setor. "Somente no primeiro trimestre do ano, este segmento apresentou alta de 3,1% em relação ao ano passado", revela.

De acordo com o secretário, o desempenho dos três primeiros meses não foi surpresa, já que o ano passado já apontava para isso. Em 2017, houve alta de 6,7% na movimentação frente ao ano anterior. 

"Temos boa opções de destinos turísticos, tanto na região metropolitana, quanto no litoral, nas serras e no interior", comenta. O secretário cita alguns exemplos de cidades engajadas no turismo. "Balneário Camboriú, por exemplo, aparece em destaque entre os buscadores de viagens e é bem demandada até no Inverno. Isso se explica porque é uma cidade que tem equipamentos que vão além da praia", comenta.

Neto fala também sobre a região de Piratuba, que, este ano tem média de ocupação hoteleira na casa dos 70%, e a respeito das cidades da Serra. 

A abrangência destacada pelo representante estadual faz com que a atividade seja responsável por 13% do PIB catarinense e motivo para investimentos federais que devem chegar.

Investimentos federais em Santa Catarina

De acordo com o secretário, no próximo mês, o MTur (Ministério do Turismo) realiza uma reunião com representantes do segmento em empresários do estado. Na pauta estão investimentos federais que podem chegar à Santa Catarina viabilizados pelo ministério.

Entre os pedidos de auxilia da secretaria estão verbas para melhorar estradas e acessos a municípios turísticos. "A prioridade agora são obras estruturantes", antecipa.

Neto conta ainda que há outros projetos oriundos de parcerias entre MTur e secretaria. De acordo com ele, haverá um projeto de capacitação turística percorrendo as 12 regiões do estado. 

(*) Crédito da foto: Filip Calixto/Hôtelier News

Comentários