Booking.com relaciona futebol e viagens em pesquisa feita em abril

Booking.com monta 'quarto russo' no Museu do FutebolBooking.com monta 'quarto russo' no Museu do Futebol

O Brasil continua sendo o país do futebol? Segundo uma pesquisa da Booking.com, essa máxima sofreu algumas mudanças no contexto das nações latinas. O estudo da empresa trouxe a relação entre futebol e viagens para torcedores de quatro países: Argentina, Colômbia, México e Brasil.

Utilizando um questionário online, 800 pessoas responderam questões a respeito da dinâmica entre a paixão pelo esporte e por viajar. Para serem formuladas, as perguntas foram montadas sob parâmetros que identificassem o limite do amor pelo clube de preferência e pelo futebol em si.

Foi registrado que 90% dos colombianos se interessam pela modalidade, enquanto 73% dos brasileiros correspondem a mesma informação. Argentinos e mexicanos representam 70% e 71%, respectivamente.

Especificamente no Brasil, os torcedores foram questionados quanto a distância que percorreriam para acompanhar seu time do coração. A essa pergunta, 23% dos pesquisados responderam que viajariam para cidades vizinhas; 12% para outros estados e somente 10% atravessariam o mundo nessa aventura.

Nos roteiros de viagem, 57% dos viajantes brasileiros disseram que incluem estádios para visitar. Além disso, 50% asseguram que assistem a, pelo menos, um jogo enquanto passeiam num local. 

Os dados são do último mês de abril.

Booking.com: imersão na Copa do Mundo

Mesmo com tais números, a plataforma entende que a paixão do brasileiro pelo futebol segue sendo fato indiscutível. Outro ponto pacífico na análise feita a parti do torcedor do brasil é a curiosidade por histórias do principal torneio do esporte. Com isso em mente, a Booking.com, em parceria com o Museu do Futebol, preparou uma experiência completa do que seria estar na Rússia. A empresa construiu um quarto de hotel baseado na cultura russa, com objetos do país e decoração inspirada nos empreendimentos locais.

O espaço ficará aberto a partir de amanhã (31) até domingo (3), das 9h às 18h. A entrada é franca.

Para o lançamento, estiveram presentes Maria Isabel Leme, gerente da Booking.com, Luiz Cegato, gerente para América Latina, Eric Klug, diretor-executivo do Museu do Futebol, e o ex-jogador Juliano Belletti.

Segundo Klug, a parceria com a Booking reforça ainda mais o conceito do museu, que é o de trazer conhecimento não só futebolístico. "Nosso modo de operar nos permite esse tipo de situação. Possibilitando que criemos atrações que agregam historicidade e conhecimento não só para quem gosta de futebol, mas também para aqueles que gostam de vivenciar coisas novas, como uma viagem para a Rússia", pontua.

Segundo acreditam os representantes da Booking, Maria Isabel e Luiz, o objetivo dessa imersão não é apenas mostrar para o público como é uma acomodação russa. É intenção também deixar claro a função da plataforma no mercado de viagens. "A Booking não é uma empresa de viagens, e sim de internet", afirma Cegato. "Sendo assim, muitas pessoas só nos veem como hotel, mas somos muito mais do que isso. Temos mais de 30 tipos de hospedagens disponíveis e nosso foco maior é fazer com que as pessoas experimentem o mundo", completa.

Sem divulgar números percentuais, a Booking apontou as nacionalidades que mais reservaram com a empresa. Elas fora, nessa ordem: russos, norte-americanos, brasileiros, argentinos e alemães. Hotéis, hostels e apartamentos foram as opções mais escolhidas.

(*) Crédito da foto: Lucas Kina/Hôtelier News

Comentários