Brand Finance divulga marcas hoteleiras mais valiosas de 2019

brand financeComo primeira colocada, a Hilton apresenta valor de US$ 7,4 bilhões

A consultoria Brand Finance divulgou, na última quinta-feira (9), nova edição do Hotels 50 “The annual report on the most valuable hotel brands”. O levantamento rankeia as marcas hoteleiras mais valiosas do mundo. Nesta edição, a Hilton continuou no topo da lista como marca mais valiosa. Seguida por mais duas empresas americanas, a Marriott (2º) e a Holiday Inn (3º).

A Hilton se consolidou pela quarta vez como a marca individual mais valiosa (US$ 7,4 bilhões), com crescimento de 17% em comparação com o estudo de 2018. Já a Marriott, que vinha como ameaça para a primeira colocada segundo estudo do ano passado, caiu 8% na comparação anual. Valendo US$ 5 bilhões, a marca se manteve como segunda colocada, ainda que mais afastada. A novidade no pódio é a Holiday Inn, que cresceu quase 20% em valor de marca, alcançando a terceira posição. 

Segundo a análise da Brand Finance, a caída da Marriott se deve às dificuldades enfrentadas no mercado norte-americano. Escândalos de hackers e problemas persistentes com a plataforma de fidelidade foram motivos mencionados no relatório.

Além disso, ao analisar o portfólio das redes, a Hilton superou a Marriott em valor combinado em 2019. O valor combinado de todas as marcas Hilton Worldwide Holdings que entraram no ranking totaliza US$ 14,7 bilhões, crescimento de 41% em relação ao ano passado. O resultado da americana supera o da Marriott International (2º lugar) em quase US$ 2 bilhões. Já a segunda colocada sofreu perda de 30% em seu portfólio de marcas desde o ano passado. 

A abordagem estratégica da Hilton para crescimento da marca permitiu estender a sua liderança como a marca de hotel mais valiosa do mundo. Ao mesmo tempo, a segurança da marca principal tem gerado benefícios para todo o portfólio, como caso da Homewood Suites, Double Tree e Hampton. Em seu ano de centenário, a Hilton está bem posicionada para mais 100 anos de sucesso”, afirma Savio D’Souza, diretor de Valores da Brand Finance.

Brand Finance: a movimentação do ranking

Das 10 marcas hoteleiras mais valiosas, nove são americanas. A única divergente sendo a chinesa Shangri-La, que se manteve na sexta posição. Das estadounidenses, os destaque são exatamente duas marcas da Hilton. A Hampton Inn subiu da décima para a quinta posição em um ano, com crescimento de 78,3%. Já a Double Tree estreou no top 10 no sétimo lugar, registrando crescimento de 79,5%. 

O ranking é completado pela Hyatt (4º), que deixou o pódio para a Holiday Inn; Courtyard (8º); Wyndham (9º) e Ramada Worldwide (10º). 

No estudo como um todo, as maiores altas foram de três marcas do portfólio Hilton: Homewood Suites (+99%); Double Tree e Hampton Inn. Na direção oposta, três marcas Marriott registraram as maiores quedas. Foram elas Westin (-45,9%); Residence Inn (-45,5%) e Sheraton (-43,5%), que perde valor pelo segundo ano consecutivo. 

brand financeAs três melhores e três piores espelham o resultados das redes Hilton e Marriott

Brand Finance: força de marca

O estudo também analisou a força das marcas hoteleiras. Para essa análise, a consultoria leva em consideração o investimento em Marketing, o patrimônio dos stakeholders e quais os impactos destes nos desempenhos do negócio. O ranking atrela uma pontuação de zero a 100 para cada marca, atribuindo avaliação até AAA+.

Pelo levantamento, o top 10 das mais fortes são: Mercure; Shangri-La; Holiday inn; NH Hotels; Jin Jiang; Ibis; Meliá International; Hilton; Hanting Inns & Hotels e Comfort Inn

(*) Crédito da capa: Pepi Stojanovski/ Unsplash

(**) Crédito do gráfico: Divulgação/ Brand Finance

Comentários