Brotas sobe da categoria C para B no Mapa Turístico Brasileiro


Trilha da cachoeira Cristal, um dos atrativos turísticos do destino

Conhecido por suas opções de turismo de aventura, o município de Brotas (SP) teve sua categoria elevada no Mapa do Turismo Brasileiro, passando da C para B. A subida tem relação com a atualização na categorização das cidades implementada pelo MTur (Ministério de Turismo), no início do mês, mas mostra também o crescimento da atividade turística na cidade.     

Na nova categorização, o MTur deu mais peso a indicadores como geração de empregos, número de estabelecimentos formais em hospedagem, aumento do fluxo de turistas, entre outros. Brotas mostrou crescimento em praticamente todas essas variáveis.

Implementado em 2015, o banco de dados do voucher (taxa de visitação e ambiental) mostra que a atividade mais realizada pelo turista no ano passado em Brotas foi a visitação, que subiu 5% frente a 2016. Em segundo lugar, o rafting apresentou expansão de 19%, enquanto as hospedagens tiveram crescimento de 16%.  

“Brotas fechou 2017 com 280 mil turistas, contra 250 mil no ano anterior. Estes números comprovam nossa elevação de patamar turístico”, destaca o secretário de Turismo de Brotas, Fabio Pontes. “Em 2017, trabalhamos forte com o aprimoramento e cumprimento das políticas públicas, otimizando os processos burocráticos e buscando parceria com a iniciativa privada", completa.

Nova categoria, mais verbas públicas

Balizador importante para acompanhar o desempenho da economia do turismo nos municípios, o Mapa do Turismo Brasileiro é também uma referência para o direcionamento de verbas federais. Com a mudança de categoria, Brotas se tornou elegível para receber recursos do governo federal.

"Mostramos que Brotas tem um potencial turístico e econômico muito forte para o Ministério do Turismo. Vamos almejar números ainda melhores" avalia o prefeito de Brotas, Capitão Modesto, destacando que, atualmente, o turismo responde por cerca de 25% dos empregos diretos no município, com carteira assinada, além dos temporários e indiretos.

* Crédito da foto: Lettera Comunicação

Comentários