Cachoeiras da Furna: sensação de renovação em meio à natureza

Flores das mais diversas espécies adornam toda a pousada Cachoeiras da Furna (fotos: Nathalia Abreu e Nicolas Rodrigues)
Nada de celular, internet, shopping, fast food e trânsito. Reuniões de trabalho então, nem pensar. Quem escolhe passar um final de semana na pousada Cachoeiras da Furna, localizada na Estância Turística de São Pedro, interior paulista, precisa estar de acordo com estas condições e aberto ao contato total com a natureza.Cada detalhe do empreendimento remete à tranquilidade que muitos turistas buscam em uma cidade típica do interior paulista. A brisa nas árvores, o cheiro das flores e o contato direto com a água doce da cachoeira são apenas alguns dos fatores que chamam a atenção não só de quem se hospeda, mas também de quem visita o local durante o dia. O estilo rústico da construção, dos móveis à decoração, se espalha por todos os cantos. Interessante é que a falta de padronização nos pequenos apetrechos dos ambientes acaba definindo o espaço e o perfil da Furna. Este visual mescla-se ao cenário da cidade, prezado e mantido pelos habitantes, dando valor às relíquias históricas e aos atrativos naturais diariamente. Depois do tour por São Pedro, a reportagem do Hôtelier News voltou para conhecer a fundo as acomodações e a culinária desta pequena e simples, porém aconchegante, pousada. Por Nathalia Abreu*
 
A entrada do hotel tem dois pequenos caminhos: um leva ao restaurante e o outro à recepção e aos apartamentos
Uma das vistas da área externa
 
 
As escadas e as paredes de pedra são detalhes que dão charme à construção
O arco divide duas piscinas 
De qualquer janela que se olhe, esta é a linda paisagem
 
Parte da propriedade, a cachoeira que dá nome ao local pode ser visitada pelos hóspedes a qualquer momento
 
 
Para chegar até lá, é preciso seguir o leito do rio, cheio de pedras. Uma aventura e tanto!
 
 
Para quem gosta de estar bem próximo à natureza, o contato é realmente intenso
"A meta aqui é não estressar ninguém" O sítio Rancho Fundo, no bairro de Santana, bem afastado da área urbana de São Pedro, foi adquirido por Elizabeth Bertato Prado, a dona Beth, como costumam intitulá-la, e pela sua família há 16 anos. Segundo a proprietária, a situação geográfica era muito complicada pra quem quer ter um sítio, o que dificultava sua venda na imobiliária, fazendo-os abaixar o preço. Até então terra bruta, a área pertencia à uma família antiga de herdeiros da cidade - os Furlan - e estava abandonada após o falecimento do patriarca. Não havia nada no local. Faltava construção, energia elétrica, telefone e água encanada, mas o local não deixava a desejar quanto à beleza.
Dona Beth conta que a ideia de trazer turistas ao local começou com a sugestão de um conhecido, então gerente de lazer do Grande Hotel Senac São Pedro (em Águas de São Pedro, município vizinho). "Ele me pediu para trazer os hóspedes do Grande Hotel para conhecer a cachoeira. Quando começaram as visitas, percebemos a necessidade de vender uma água, um caldo de cana, uma cerveja... Ele sugeriu então que eu fizesse um rancho pequeno para vender alguma coisa. Fizemos a represa com a roda d'água e o fogão à lenha para fazer um bolo de fubá. Depois os visitantes começaram a pedir jantar, almoço, hospedagem... e desde então não paramos mais", explica a proprietária.
 
Para desenvolver melhor o negócio, sua filha, Priscila Bertato Prado, cursou Hotelaria em Águas de São Pedro. Depois da construção dos primeiros apartamentos, o negócio só cresceu. O restaurante já passou por cinco reformas para ampliação, e há três anos foram construídos mais oito unidades, totalizando 20 UHs.
 
 
Elizabeth Bertato Prado, a dona Beth, proprietária da pousada
 
"Temos demanda para fazer mais apartamentos, mas eu acho que hoje ainda não é hora. Precisamos melhorar o serviço, para deixar os hóspedes mais confortáveis, e trabalhar melhor também o ambiente de lazer. Pretendo ter 40 apartamentos no total nos próximos quatro ou cinco anos", adianta Beth. Para ela, o mais importante no hotel é manter o cliente sempre relaxado. "A meta aqui é não estressar ninguém. Para isto você tem que estar bem, descansado, e as coisas têm que estar fluindo, em ordem. O cliente capta as más energias. Tudo isso aprendemos nesses dez anos. O que erramos, tentamos melhorar", diz. 
A recepção parece uma bonita casinha no meio do nada
 
 
Seguindo o padrão de toda a pousada, também leva móveis e acessórios rústicos No total a pousada possui 20 apartamentos distribuídos em duas alas
Este é o grupo de apartamentos de numeração 13 a 20
 
Esta foi a ala onde a equipe do Hôtelier News se hospedou
Todas as varandas são propícias para um bom momento de descanso. Sempre levam uma rede e uma cadeira
Também há bancos de madeira em frente aos quartos...
...E vasos de flores espalhados
 
Visitamos dois tipos de quartos. Este acomoda um casal e uma criança
Os quartos são ideais para quem procura aconchego: pequenos e confortáveis
A cama para a criança fica no mesmo espaço
 
Em cima do móvel, em todos os quartos, há sempre mimos para os hóspedes
O quarto de casal é um pouco menor, mas segue o mesmo padrão
Há uma mesa de apoio no canto   O banheiro O frigobar leva sempre cerveja, água e refrigerantes
 
Lazer A pousada conta hoje com passeio a cavalo, charrete, circuito de tirolesa, arborismo, trilha para cachoeira e lago para pesca. Tratamentos de massagem e ôfuro também estão disponíveis - a um preço acessível, diga-se de passagem - em uma pequena e convidativa casinha em frente à uma das piscinas.
A queda d'água, parte da propriedade, fica um pouco distante das alas de hospedagem e do restaurante - cerca de 800 metros. A trilha, que demora de 20 a 30 minutos, também é bastante íngreme, tomada por pedras escorregadias. Entretanto, isso não parece ser um problema para muita gente: é inclusive um desafio divertido. Não fugindo do critério ecológico, o arborismo atrai pessoas de todas as idades.
Todas as atividades são frequentadas tanto pelos hóspedes, quanto por visitantes.
 
A casa de massagem e tratamentos fica ao lado de uma das piscinas Vista de cima da piscina Há apenas duas macas no local, o que torna o tratamento mais íntimo Uma pequena saleta O ôfuro Arborismo é uma das atividades que se pode praticar na Furna O trajeto começa aqui... ...E os hóspedes são levados por um guia até o final Para os mais sossegados e pacientes, há um lago para pesca Os cavalos também são uma boa opção... ...Para os passeios de charrete... ...E os passeios coletivos A piscina maior fica em frente ao restaurante em que é servido o café da manhã Em volta da piscina... ...Espreguiçadeiras para relaxar um pouco O bar em frente à piscina...
...Com uma boa cachaça à mão para os adeptos
  A outra piscina, que fica ao lado da infantil, está localizada próxima ao espaço para jogos O espaço de jogos Mesa de sinuca   Ao lado da mesa, um pequeno lobby para descansar... ...E para quem gosta de jogar futebol, ali perto tem um pequeno campo O parquinho é a grande sensação entre as crianças   Alguns brinquedos são feitos de material reaproveitável
"O restaurante é meu carro chefe"
Por final de semana, dona Beth atende de 250 a 300 pessoas no horário do almoço. "Temos dois produtos diferentes e um ajuda o outro. Eles trabalham juntos para ter esse resultado. O restaurante é o meu carro chefe. Muita gente que vem aqui para almoçar se torna cliente da pousada. Outros vêm em busca do restaurante e da cachoeira e acabam sabendo da hospedagem. Também acontece de vir gente aqui para se hospedar e acaba voltando só para almoçar", diz.
Segundo ela, para chegar no cardápio atual foi preciso fazer uma pesquisa do que as pessoas pedem. Tudo é muito bem temperado e caseiro. Para o café da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar, as opções são variadas e nada é industrializado: todos os ingredientes chegam frescos na pousada, e o preparo é feito lá mesmo.
  O salão de café da manhã fica em frente à piscina e tem uma varanda com vista para a paisagem As flores podem ser apreciadas até nos detalhes das mesas Visão geral do salão de café da manhã, repleto de móveis rústicos
O cafézinho fresco, feito diretamente no bule, é sinônimo de que o dia se inicia Detalhe das xícaras A mesa de café da manhã lembra uma casa de família e é bem convidativa       Pães, queijos e frios variados compõe a escolha do hóspede     Todos os bolos são caseiros e muitas vezes feitos pela própria dona Beth  Sucos naturais  Frutas...   ...Iogurtes e granola  A fumaça dá sinais do tradicional fogão à lenha, responsável pelo preparo de boa parte das refeições  A frente do restaurante... ...E a roda d'água que enfeita a parte traseira
A área externa também tem mesas de madeira que lembram árvores. São cobertas por toalhas simples e bem caseiras
O inusitado enfeite de mesa leva um bule de café como suporte    Nos finais de semana, o almoço sempre reúne muitos não hóspedes. Alguns vêm de fora da cidade para conhecer a culinária da Furna
O bar central do restaurante, onde se concentram todos os pedidos
 
Aos domingos, a pousada oferece música ao vivo. O estilo? Sertanejo, claro!
O buffet de saladas traz uma boa variedade de sabores bem temperados
  Vinagrete, ovos cozidos...  ...Legumes e salada de maionese...   ...São algumas das opções    Os pratos quentes são servidos fresquinhos e preparados em frente às pessoas
As frituras, com iguarias feitas na própria pousada O torresmo sequinho e bem preparado é a sensação do almoço para os calóricos   As carnes são preparadas no fogão à lenha e servidas na própria panela A sobremesa também é totalmente caseira. Doces de colher feitos de leite, banana e abóbora - acompanhados de queijo branco - são algumas das opções A canjica que, vale o comentário, estava uma delícia! E é claro, uma boa cachaça para finalizar
Para terminar, tanto os hóspedes quanto os visitantes podem descansar após o almoço, apreciando o sossego de uma boa rede
Serviço Pousada Cachoeiras da Furna Estrada vicinal da rua General Osório (Zona Rural) Sítio Rancho Fundo - Bairro Santana - Caixa Postal 163 Estância Turística de São Pedro (SP) www.cachoeirasdafurna.com.br*A equipe do Hôtelier News se hospedou na Pousada Cachoeiras da Furna a convite do hotel.

Comentários